Google sugere termo polêmico em pesquisa relacionada a Lula e gera reclamações

O jornal O Tempo verificou que, às 13h de sábado (6), a sugestão já não aparecia mais, embora internautas afirmassem que a situação persistia até a noite de sexta-feira (5). Até o momento, o Google não se pronunciou sobre o ocorrido.

Por Plox

07/05/2023 09h11 - Atualizado há cerca de 1 ano

Aliados do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) expressaram insatisfação nas redes sociais quando, ao realizar pesquisas relacionadas ao presidente no Google, o termo "corrupção" era sugerido em vez de "coroação". O jornal O Tempo verificou que, às 13h de sábado (6), a sugestão já não aparecia mais, embora internautas afirmassem que a situação persistia até a noite de sexta-feira (5). Até o momento, o Google não se pronunciou sobre o ocorrido.

Felipe Neto disse que situação foi avisada por André Janones e cobrou explicações do Google

Influenciador digital cobra explicações

Felipe Neto, conhecido influenciador digital, exigiu esclarecimentos por parte do Google, especialmente considerando que o tema da coroação do Rei britânico Charles III está em alta nas buscas. O presidente Lula participa do evento que ocorre no Reino Unido nesta manhã.

Segundo relatos de internautas, ao pesquisar o termo "coroação" ao lado de nomes de outras autoridades, a alternativa "corrupção" também era apresentada. Entretanto, ao utilizar o nome de Bolsonaro, a palavra sugerida era "coração".

Ainda não há informações sobre as razões pelas quais a plataforma de busca sugeriu o termo controverso em relação ao presidente Lula. Enquanto isso, o Google permanece em silêncio sobre o assunto.

Destaques