Agente de trânsito que multou mulher por "excesso de beleza" pode perder emprego

07/06/2019 11:12

Foi instaurada uma sindicância contra ele, por ter usado um documento de caráter oficial para finalidade não prevista

Publicidade

Um agente de trânsito pode ser suspenso do cargo ou até perder o emprego por multar uma mulher por dirigir com ‘excesso de beleza’. O caso inusitado aconteceu em Paysandú, no Paraguai, onde no documento de infração o agente ainda escreveu “te amo”. Foi instaurada uma sindicância contra ele, por ter usado um documento de caráter oficial para finalidade não prevista. 

Multa a excesso de beleza

Agente multou a mulher e ainda deixou recado: "te amo"- Foto: Reprodução


Para respaldar a advertência, relacionando à beleza da mulher, o oficial citou o artigo 214 do código de trânsito, onde diz que o motorista “de qualquer veículo deve abster-se de qualquer conduta que possa constituir um perigo para o movimento, as pessoas, ou que possa causar danos à propriedade pública ou privada". O perigo citado pelo agente em documento seria a aparência da condutora, que estava com o carro estacionado na frente do Departamento de Serviços.

Atualizada às 12h02



Publicidade