Vale do Aço: GAECO prende especialista em fazer “gatos” na Cemig

07/08/2019 17:27

Outros indivíduos também foram presos por suspeita de tráfico de drogas

Publicidade

Na manhã desta quarta feira (07), foi desencadeada a fase de execução da operação denominada “Conexão”, coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) de Ipatinga-MG, com o apoio das polícias Civil e Militar.

Durante a operação foram apreendidos vários aparelhos celulares, uma motocicleta HONDA/XRE 300 e um veículo Ford Focus. Foram presos temporariamente, por trinta dias, C.M.S., R.A.R. e S.M.P.

Foi conduzido também H.M.Z., que, segundo investigações é um dos maiores fraudadores de medidores da CEMIG, atuante em todo o Vale do Aço. Os prejuízos em detrimento das “manipulações dos medidores para não marcação do consumo de energia e/ou aquém”, cometidos por ele, podem ultrapassar R$100.000,00. Na residência do conduzido foram  apreendidos vários equipamentos/ferramentas, dois uniformes de empresa e selos utilizados no crime.

pc-1Foto: divulgação

gaecoFoto: divulgação

 
Acusados de tráfico também foram presos

A operação que visa combater o tráfico de entorpecentes e ataques a caixas eletrônicos na região do Vale do Aço cumpriu oito mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão, nas cidades de Ipatinga, Coronel Fabriciano e Periquito, em Minas Gerais.

Durante os trabalhos operacionais, no curso da investigação, foram apreendidos: 1,1kg de cocaína, 06 buchas de maconha e vários aparelhos celulares.

“Ressalta-se que no início dos trabalhos, em novembro de 2018, foram efetuadas, na Serra-ES, as prisões de Gustavo de Aguiar Almeida, Luiz Fernando Correia Aguiar, Fernando Figueiredo da Silva e Cristiano Abreu Amaral, suspeitos de roubarem um veículo em Ipatinga, e praticar em seguida um arrombamento de caixa eletrônico na cidade de Sobrália-MG”, afirmou um membro do GAECO.
 



Publicidade