Agressão e assédio em academia de BH: empresária denuncia Personal Trainer

A mulher registrou boletim de ocorrência e fez exame de corpo de delito. Ela ainda aguarda uma medida protetiva para evitar que o homem se aproxime dela

Por Plox

07/08/2023 12h49 - Atualizado há 10 meses

Gesiele Pires, empresária de 30 anos, iniciou suas sessões de treino com um personal trainer, recomendado por uma amiga, em uma academia da Grande BH há cerca de quatro meses. O personal, cujo nome é Arthur Maia, trabalhou anteriormente para a academia e atualmente atende a cerca de dez clientes, incluindo Gesiele.

Nos primeiros meses, Gesiele afirmou que não percebeu nenhum comportamento atípico por parte de Maia. No entanto, em junho, o personal trainer começou a convidá-la para sair, convites que Gesiele sempre recusou. A situação escalou, e ela revela que o personal chegou a enviar mensagens com teor sexual, que a deixavam desconfortável.

 

(foto: Reprodução/Câmera de segurança da academia )

Incidentes de Agressão e Assédio

Com a recusa e tentativas de desviar o assunto por parte de Gesiele, Maia começou a apresentar comportamento agressivo durante os treinos. A empresária relatou que, após uma série de avanços não desejados e mensagens inconvenientes, decidiu encerrar seus serviços com o personal. No entanto, ao comunicar sua decisão, foi alvo de uma agressão no dia 4 de agosto, onde Maia teria agredido fisicamente Gesiele na academia, culminando em um episódio onde ele segurou seu braço e lhe deu um murro. Segundo relatos, alguns funcionários da academia testemunharam o incidente e não intervieram.

Repercussões do Caso

Desde o ocorrido, Gesiele não tem saído de casa, temendo pela sua segurança. Com o suporte legal, a empresária aguarda a concessão de uma medida protetiva contra Maia. A comunidade local, em especial os residentes do Bairro Petrolândia, demonstrou grande solidariedade e apoio a Gesiele.

Contrapondo-se às acusações, Arthur Maia negou qualquer agressão ou assédio. Ele sustenta que sua relação com Gesiele sempre foi tranquila, afirmando que estavam até mesmo discutindo a renovação do contrato de treino. Maia também mencionou que está recebendo ameaças, em grande parte vindas dos irmãos de Gesiele.

Vídeo e Provas Futuras

Um vídeo de segurança da academia foi mencionado, que supostamente mostra o início da agressão. Enquanto Gesiele sustenta que o vídeo prova sua versão dos fatos, Maia tem uma interpretação diferente do conteúdo.

Tanto a empresária quanto o personal trainer pretendem recorrer às autoridades e apresentar suas respectivas versões do caso.

Destaques