Justiça bloqueia cachê de Belo para quitar processo vencido por ex-jogador

07/10/2019 16:03

O valor é referente a um processo que Belo perdeu, alegando ter sido ofendido pelo ex-jogador

Publicidade

O Tribunal de Justiça de São Paulo bloqueou cachê do cantor Belo, para pagar uma ordem de execução envolvendo o campeão do mundo pela seleção e comentarista esportivo Denilson.


O valor da ordem é de R$ 74,3 mil, referente a um processo que Belo abriu contra Denílson, alegando ter sido ofendido nas redes sociais pelo ex-jogador.


Belo perdeu o processo, e teve de arcar com os custos processuais fixados em 10% do valor da ação, que era de R$ 500 mil. O valor subiu devido a multas e correções.
Segundo o Uol, no processo, Belo alegou que Denilson manchou sua imagem, ao cobrar nas redes sociais uma dívida, referente a outra ação existente contra o cantor, na qual o comentarista esportivo ganhou, mas que até hoje não foi quitada.

beloFoto: reprodução/Instagram


Em abril de 2017, Denilson fez um comentário em uma publicação do cantor Thiaguinho para Belo, com os dizeres: “Só falta aprender a pagar quem ele deve".
Após condenar Belo a arcar com os custos do processo, a Justiça ordenou a uma empresa de eventos, que contratou os serviços do cantor, apresentar o contrato da feito com Belo. Após verificar os valores, a juíza Andrea de Abreu e Braga determinou o depósito em juízo do cachê para quitar os valores.


Dívida antiga


A dívida que Denilson cobrou Belo nas redes sociais, é referente a um processo que se iniciou em 2000. Denilson era o empresário da banda Soweto quando Belo deixou o grupo.

O ex-jogador ganhou a ação em 2004, mas ainda não recebeu a indenização, que ultrapassa R$ 5 milhões.
 



Publicidade