Ipatinga

economia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Auxilio Emergencial encerra em dezembro, afirma Guedes 

    O ministro da Economia garantiu que o benefício não será estendido para 2021

    Por Plox

    07/10/2020 18h48 - Atualizado há 12 meses

    Nesta quarta-feira (7), Paulo Guedes, ministro da Economia, negou a possibilidade de estender o auxílio emergencial até 2021. O ministro afirmou que o plano emergencial criado por conta da pandemia de coronavírus se encerrará em dezembro deste ano. 

    O decreto de calamidade pública e o plano emergencial chamado Orçamento de Guerra  vão até o fim deste ano. “E no fim de dezembro acabou tudo isso”, disse Guedes. 

    Diversas ações emergenciais e o aumento de gastos públicos foi permitido devido ao decreto e o plano emergencial. Essas medidas devem causas um rombo de R$ 900 bilhões nas contas federais em 2020. 

    Paulo GuedesFoto: Marcello Casal Jr-Agência Brasil/Paulo Guedes, ministro da Economia

     

    “O ministro da economia está descredenciando qualquer informação de que vai prorrogar o auxílio”, afirmou Guedes.

    O auxílio emergencial foi inicialmente proposto pelo governo com uma duração de três meses, com parcelas mensais de R$ 200. Após negociações com o Palácio do Planalto, o Congresso estabeleceu um valor de R$ 600.

    Diante do avanço da crise, o pagamento das parcelas de R$ 600 foi prorrogado para cinco meses. Depois o benefício foi estendido até dezembro, mas com parcelas de R$ 300.
     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]