Falsa funcionária do INSS é procurada por aplicar golpes em idosos no Vale do Aço

As vítimas, que já somam 11 confirmadas, foram ludibriadas pela falsa funcionária do INSS e tiveram prejuízos que ultrapassam os R$ 50 mil

Por Plox

07/11/2023 15h18 - Atualizado há 6 meses

A Polícia Civil de Minas Gerais está em busca de uma mulher de 56 anos suspeita de aplicar golpes prometendo aposentadorias facilitadas a idosos no Vale do Aço. As vítimas, que já somam 11 confirmadas, foram enganadas pela falsa funcionária do INSS e tiveram prejuízos que ultrapassam os R$ 50.000,00.

Foto: Divulgação PC / arquivo

 

Após receber as quantias, a golpista desaparecia sem deixar rastros e não respondia mais às tentativas de contato das vítimas.

As autoridades alertam que o golpe atingiu moradores de várias cidades de Minas Gerais, como Ipatinga, Iapu, Ipaba, Coronel Fabriciano e Timóteo, e não se descarta a existência de vítimas em outros estados, dado que a suspeita fugia para o Paraná e Mato Grosso após cometer os crimes locais. 

O delegado Thiago Alves Henriques, responsável pelo caso, destacou a importância da conscientização sobre este tipo de fraude, sublinhando que funcionários do INSS não fazem visitas domiciliares para tratar de aposentadorias.

Foto: Marcelo Augusto / Plox / arquivo

 

A polícia pede que outras possíveis vítimas denunciem o caso para auxiliar na captura da acusada, que, embora já tenha sido indiciada em procedimentos criminais, segue foragida. Enquanto isso, o trabalho de investigação continua para identificar e proteger outros idosos que possam estar em risco de cair no mesmo golpe.

Destaques