Quatro vítimas fatais em acidentes consecutivos na BR-040 em Minas Gerais

Colisões próximas a Itabirito e Congonhas ocorreram num intervalo de sete horas, mobilizando equipes de resgate e causando congestionamentos

Por Plox

07/11/2023 08h47 - Atualizado há 5 meses

Em um triste desdobramento de eventos na BR-040, duas graves colisões resultaram na morte de quatro pessoas em menos de sete horas. Os acidentes ocorreram em segmentos da rodovia adjacentes às cidades de Itabirito e Congonhas, causando não apenas perdas humanas, mas também intensa mobilização de equipes de socorro e interrupções no tráfego

 

Foto: CBMG / Divulgação

Engavetamento Noturno

O primeiro incidente foi registrado perto das 23h de segunda-feira, próximo a Congonhas. Um engavetamento envolvendo três caminhões e um automóvel culminou em três fatalidades e um ferido grave. Relatos do Corpo de Bombeiros apontam que o automóvel, ocupado por três pessoas, sofreu o maior impacto, ficando esmagado sob a cabine de um dos caminhões. Duas vítimas foram a óbito no local, e a terceira foi rapidamente assistida em estado crítico. Um dos caminhoneiros envolvidos também não sobreviveu ao incidente, enquanto os demais escaparam sem lesões.

 

Amanhecer de Luto

Já na alvorada de terça-feira, por volta das 6h, outro sinistro marcou a região de Itabirito. Uma colisão que envolveu dois carros de passeio e uma carreta carregando minério ocorreu no quilômetro 578. Segundo informações dos bombeiros, duas pessoas ficaram encarceradas nas ferragens, exigindo uma operação de resgate coordenada pela concessionária Via 040. Uma vítima foi declarada morta ainda no local, enquanto a outra foi transportada com urgência ao Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, em Belo Horizonte, pela aeronave da Polícia Militar.

As autoridades estão investigando as circunstâncias que levaram a essas tragédias, e medidas adicionais de segurança na rodovia estão sendo discutidas para prevenir futuros acidentes. Enquanto isso, o tráfego na BR-040 foi afetado, com equipes trabalhando intensamente para normalizar a situação e prestar o apoio necessário às vítimas e familiares.

Destaques