Rio de Janeiro intensifica segurança em Copacabana após aumento de violência

Estratégias incluem corredor de segurança e maior presença policial nas ruas

Por Plox

07/12/2023 16h26 - Atualizado há 4 meses

O Rio de Janeiro está reforçando medidas de segurança em Copacabana, na zona sul da cidade, em resposta a uma série de casos de violência recentes no bairro. Nesta quinta-feira (7), representantes das forças de segurança do estado se reuniram para planejar ações que visam coibir atos de violência, com a implementação dessas estratégias começando ainda hoje e se estendendo pelo final de semana.

Uma das principais medidas anunciadas é a criação de um corredor de segurança, que contará com viaturas posicionadas ao longo da Avenida Nossa Senhora de Copacabana das 18h às 23h. Após esse horário, o corredor será transferido para a Avenida Atlântica, localizada na beira-mar e uma das mais turísticas da cidade. A iniciativa busca aumentar a vigilância e a rápida resposta a incidentes no bairro.

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

A reunião contou com a presença de representantes da Polícia Civil, da Polícia Militar e da Operação Segurança Presente, uma iniciativa do governo estadual que combina policiais militares, agentes civis e assistentes sociais. Apesar de a Polícia Civil apontar que a sensação de insegurança em Copacabana pode ser maior que a realidade — com o bairro registrando os menores índices de roubos e furtos em novembro —, a necessidade de ação foi enfatizada.

O aumento das medidas de segurança vem na sequência de um incidente no final de semana, onde um idoso foi agredido e roubado na Avenida Nossa Senhora de Copacabana após tentar ajudar uma mulher sendo abordada por criminosos. A Polícia Civil informou que já identificou outros dois envolvidos no assalto, além do homem que agrediu o idoso, identificado na quarta-feira (6). As forças de segurança buscam agora tranquilizar a população e visitantes, garantindo um ambiente mais seguro no emblemático bairro do Rio de Janeiro.

 

Destaques