Senador Anastasia afirma que sairá do PSDB

08/02/2020 08:27

Ele deve se filiar ao PSD, do prefeito de BH, Alexandre Kalil

Publicidade

O senador Antonio Anastasia, eleito por Minas Gerais,  deve deixar o partido PSDB, do qual é membro há mais de 15 anos.
O comunicado foi feito ao presidente nacional do partido, Bruno Araújo, nessa sexta-feira (07).

Anastasia é considerado um dos mais influentes políticos mineiros na atualidade. Ele atuou decisivamente para o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e foi governador do estado por duas vezes. 

WhatsApp Image 2020-02-08 at 08.44.19Foto: Agência Brasil
 

O presidente do PSDB no Estado, Paulo Abi-Ackel, por meio de nota, comentou a decisão do senador. “Anastasia é um dos melhores quadros políticos do país e desencontros circunstanciais não nos impedirão de atuar no mesmo campo político, em partidos diferentes, na defesa dos interesses de Minas Gerais e do Brasil”, declarou.

No meio político há a certeza, embora não confirmada pelo senador, de que ele se filiará ao PSD, partido do prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil e do ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab. 

Em dezembro, Anastasia declarou publicamente que apoiava a reeleição de Kalil à Prefeitura da capital mineira, contrariando os interesses de seu partido PSDB.

Ele passou a integrar o partido Tucano quando disputou a eleição em 2006 e foi eleito como vice-governador de Minas, na chapa de Aécio Neves.

Com a saída de Aécio, que renunciou em 2010 para disputar uma vaga ao Senado, Anastasia assumiu o governo do Estado e foi reeleito em primeiro turno com 62,7% dos votos. 

Em outubro de 2014, Anastasia foi eleito ao Senado para um mandato de 8 anos. Ele obteve  56,7% dos votos e assumiu em fevereiro de 2015.

Segundo a assessoria de Antônio Anastasia, ele encontra-se no Azerbaijão, atuando como observador internacional das eleições que ocorrem naquele país. A viagem teria sido pelo governo do Azerbaijão.
 



Publicidade