Ipatinga

economia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Auxílio Emergencial pode ser prorrogado, diz Jair Bolsonaro

    O comunicado foi feito na tarde desta sexta-feira, no programa Brasil Urgente

    Por Plox

    08/02/2021 21h43 - Atualizado há 8 meses

    O auxílio emergencial, disponibilizado desde março de 2020, volta a ser discutido pelo Governo Federal. O Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, disse em entrevista dada ao programa Brasil Urgente, na tarde desta segunda-feira (8), que vem conversando com o ministro da economia Paulo Guedes, sobre o assunto. 

    “Isso é discutido o tempo todo, Paulo Guedes tem dito né, se a a pandemia continuar e a economia não pegar, vamos discutir isso pra ontem a questão da prorrogação do auxílio emergencial”, disse o Presidente. Bolsonaro ainda cita que o auxílio só não foi extendido ainda por que pode trazer problemas para a economia. “Mas sabemos que isso aí trás problema para a economia, com isso o dólar sobe, se o dólar subir aumenta o preço do combustível lá fora”, concluiu.

    Foto: Reprodução

     

    Em sessão solene de abertura do ano legislativo, na última quarta-feira (3), o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, e da Câmara, Arthur Lira, também falaram sobre essa possível prorrogação. Pacheco lembrou da importância do auxílio emergencial de R$ 600 dado aos economicamente mais vulneráveis em 2020, ainda que isso tenha provocado um buraco bilionário nas contas do governo em mais de R$ 300 bilhões e acrescentou que já discute com o governo algum tipo de auxílio também em 2021.

    “Estamos estabelecendo junto ao nosso Colégio de Líderes e a equipe econômica do governo federal um caminho para compatibilizar um auxílio governamental aos mais carentes, que ainda é absolutamente necessário neste momento, com os princípios e fundamentos que norteiam a responsabilidade fiscal”.

    Lira seguiu na mesma linha e defendeu o auxílio pago no ano passado como uma das medidas de enfrentamento à crise gerada pela pandemia de covid-19. “O auxílio emergencial garantiu a sobrevivência de milhares de famílias e deu fôlego à nossa economia”.

    Ainda que não tenha sido tão explícito quanto o colega, Lira falou em trabalhar para garantir “amparo aos mais vulneráveis”. “Podemos, sim, unir esforços com o Senado Federal, com o Executivo, com o Judiciário e, de nossa parte, fazer o que estiver ao nosso alcance para facilitar a oferta de vacinas o amparo aos mais vulneráveis nesse momento mais dramático”, disse o presidente da Câmara.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]