Caçador ilegal morre pisoteado por elefante e é devorado por leões

08/04/2019 12:34

Fato foi trazido à público pelos supostos cúmplices da vítima

Publicidade

Um homem morreu pisoteado por um elefante após perseguir um rinoceronte no parque nacional sul-africano de Kruger. Depois de ser esmagado pelo animal, a vítima acabou sendo devorada por leões. Ele seria um caçador ilegal, segundo informou o Departamento de Parques (SanPark). O caso aconteceu no dia 2 de abril.  

O porta-voz do SanPark, Isaac Phaahla, explicou que o fato foi trazido à público pelos supostos cúmplices da vítima, que informaram a morte à família do caçador.

 

Guardas foram até o parque, em busca do corpo da vítima, mas só localizaram o crânio na última quinta-feira, 4, dois dias após o ocorrido. A família foi quem avisou à direção do parque.

Elefantes pisotearam homem

Depois de ser esmagado pelo animal, a vítima acabou sendo devorada por leões- Foto: Pixabay

 

Imprudente

Glenn Phillips, diretor do local, se posicionou, dizendo que a entrada ilegal e ainda, à pé “não é prudente", disse, destacando que esse caso é mais uma prova disso.

Phaahla declarou que “a presença de um grupo de leões foi confirmada na área e parece que devoraram o corpo da vítima". Os possíveis cúmplices foram presos e devem comparecer a uma audiência com um juiz.

Risco de extinção

A retirada de chifres de rinocerontes levam à morte de milhares desses animais todos os anos e eles correm risco de extinção. Os chifres têm alto valor medicinal em países asiáticos.

Atualizada às 13h07



Publicidade