Cruzeiro demite técnico Nicolás Larcamón após derrota no clássico

Derrota no Campeonato Mineiro e saída precoce da Copa do Brasil marcam o fim da gestão de Larcamón

Por Plox

08/04/2024 14h20 - Atualizado há cerca de 1 mês

A passagem de Nicolás Larcamón pelo Cruzeiro chegou ao fim. O técnico argentino, aos 39 anos, foi dispensado pela direção do clube, liderada pela SAF de Ronaldo Fenômeno, após um período de quatro meses no cargo. A decisão vem na esteira de um desempenho aquém do esperado, culminando na perda do título do Campeonato Mineiro para o Atlético-MG, com uma derrota por 3 a 1, além de uma eliminação na primeira etapa da Copa do Brasil.

Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro
 

 

Saídas adicionais
Além de Larcamón, o Cruzeiro também anunciou a saída de membros da equipe técnica, incluindo os auxiliares Javier Berges e Damian Ayude, o analista de desempenho Miguelangel Leopardi, e o preparador físico Juan Cruz Monaco. Em comunicado, o clube Descontentamento e pressão
O ambiente interno no Cruzeiro já vinha mostrando sinais de tensão, com críticas e questionamentos tanto da equipe quanto dos torcedores, que chegaram a insultar Larcamón de “burro” durante uma partida. Frente a essa pressão, a diretoria optou por uma alteração na liderança técnica, marcando a quarta troca de treinador em um ano.

Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro
 

 

Desempenho de Larcamón
Sob o comando de Larcamón, o Cruzeiro disputou 14 partidas, com um saldo de sete vitórias, quatro empates e três derrotas, totalizando um aproveitamento de 59,5%. A demissão ocorre em um momento crítico para o clube, que enfrentará o segundo jogo pela Sul-Americana contra o Alianza (Colômbia) e estreará no Campeonato Brasileiro contra o Botafogo no domingo, no Mineirão.

Destaques