Elon Musk diz que Moraes pediu para dizer que suspensões eram por termos de uso da plataforma

Declarações sem provas sugerem que suspensões no X (ex-Twitter) foram impostas pelo ministro do STF

Por Plox

08/04/2024 16h17 - Atualizado há cerca de 1 mês

Elon Musk, proprietário da plataforma X (anteriormente conhecida como Twitter), causou rebuliço ao afirmar, sem apresentar evidências, que a suspensão de contas na rede social foi uma diretiva do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Musk utilizou o próprio X para expressar que "tivemos de fingir" que as suspensões não estavam relacionadas a ordens de Moraes, indicando uma suposta pressão para não revelar a verdadeira razão por trás das ações.

Foto: Reprodução/TSE

Normas da plataforma e implicações das declarações: 

As políticas de uso do X preveem punições severas, incluindo a exclusão de contas associadas a ataques violentos, terrorismo ou extremismo. Musk detalhou que houve exigências específicas do juiz Moraes para suspender certas contas rapidamente, sob pena de multas significativas. Essas exigências incluíam contas de membros do parlamento e jornalistas renomados, ampliando a controvérsia sobre a liberdade de expressão e o papel das redes sociais na disseminação de informações.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Reação de Moraes às alegações de Musk: 

Alexandre de Moraes reagiu às acusações de Musk, descrevendo-as como parte de uma "campanha de desinformação" e apontando indícios de que as ações do X poderiam constituir abuso de poder econômico, além de promover e instigar atividades criminosas. O ministro destacou os riscos para a segurança dos membros do STF e para o Estado Democrático de Direito, citando mensagens de ódio que ganharam força após as postagens de Musk. Moraes também mencionou a obstrução à Justiça e a ameaça representada pela conduta do X, que, segundo ele, desrespeita a soberania do Brasil.

Implicações legais e investigações futuras:

 As alegações e respostas destacam uma tensão crescente entre as grandes plataformas de mídia social e a justiça brasileira, com implicações significativas para a regulação das redes sociais, a liberdade de expressão e a soberania nacional. A Polícia Federal pode ser acionada para investigar as atividades do X, antigo Twitter, à luz das preocupações expressas por Moraes, marcando um momento crítico no debate sobre o papel das redes sociais na política e na sociedade brasileira.

Destaques