Justiça absolve mulher que matou companheiro após décadas de agressões

08/07/2019 15:28

Mulher deixou bilhete aos filhos dizendo que o ‘pesadelo acabou’

Publicidade

Uma mulher que matou o marido foi inocentada pela Justiça de São Paulo, no dia 18 de junho. O motivo é que ela era agredida pelo falecido há mais de 30 anos. A mulher de 59 anos cometeu o assassinato com a arma do próprio marido em 2007, com um tiro na cabeça dele.

Sete jurados decidiram por unanimidade em absolver a mulher Divulgação / Marcelo Almeida

Juri absolveu a mulher por decisão unânime- Foto: Divulgação

Após o crime contra Wagner Bispo Brata, que na época tinha 47, a mulher escreveu um bilhete direcionado aos filhos dizendo que o pesadelo havia acabado. Ela fugiu em seguida. Segundo disse aos juízes, além de ter sofrido as agressões diárias por tantos anos, o homem já tinha até usado um facão para cortar os cabelos dela. A afirmativa foi confirmada pelos filhos e testemunhas. O Ministério Público queria condená-la, mas todos os sete jurados do Tribunal a absolveram.

Atualizada às 16h36



Publicidade