Ministro diz que há "indícios de sabotagem" no MEC e aciona Polícia Federal

08/08/2019 11:45

O órgão federal acionado irá investigar os fatos que acarretaram os problemas

Publicidade

Indícios de “sabotagem” no sistema do Ministério da Educação (MEC) teriam sido o motivo da indisponibilidade nos últimos dias do Financiamento Estudantil (Fies), Programa Universidade para Todos (Prouni) e do Sistema Presença, que paga o Bolsa Família aos beneficiários. Essa foi a afirmação do ministro da Educação, Abraham Weintraub, nesta quinta-feira, 8 de agosto.

“Não estamos acusando ninguém, mas há indícios fortes de sabotagem que nos levaram a acionar a Polícia Federal. Não é nosso papel investigar”, esclareceu, garantindo que a população não será prejudicada. Segundo o chefe da pasta, a Polícia Federal já recebeu os elementos para apurar os fatos.Ministro

Ministro Abraham Weintraub falou de uma suposta "sabotagem" cibernética- Foto: MEC/Divulgação

O secretário executivo do MEC, Antonio Paulo Voguel, não disse quais foram os problemas ocorridos, nem quando serão solucionados, porém, disse que o Ministério irá “prorrogar os prazos e o número de dias que for necessário para que haja atualização do sistema e para que ninguém saia prejudicado”. Desde a última segunda-feira, 5, os serviços apresentavam problemas.

Atualizada às 14h06



Publicidade