Exposição “Jardins Móveis” em cartaz em Ipatinga

08/10/2019 15:05

Com patrocínio da Usiminas, mostra reúne esculturas infláveis montadas com participação de escolas de Ipatinga

Publicidade

A união de cores e formas de brinquedos infláveis se transformam em grandes esculturas de animais na exposição “Jardins Móveis”, que chega a Ipatinga nesta semana. Com patrocínio da Usiminas por meio da Lei federal de Incentivo à Cultura (Pronac 183774), e apoio do Instituto Usiminas, a mostra fica em cartaz no Centro Cultural Ipatinga de 8 de outubro a 21 de dezembro. As esculturas poderão ser vistas pelo público gratuitamente no Jardim externo e na Galeria do Centro Cultural Usiminas, de terça a sábado, das 10h às 21h.

Exposição Jardins Moveis - Divulgação (6)

De autoria dos artistas plásticos Felipe Barbosa e Rosana Ricalde, do Rio de Janeiro,  a exposição chega pela primeira vez ao interior, depois de passar por capitais brasileiras, México e Suíça. “Jardins Móveis” é uma mostra composta por diversas esculturas de animais inspiradas na “topiaria”, a arte de podar plantas em formas ornamentais. As obras são feitas em estruturas metálicas, recobertas por infláveis  diversos que, agrupados, dão forma a uma Topiaria Ambulante.

Exposição Jardins Moveis - Divulgação (5)

Em Ipatinga, a montagem da exposição contou com participação especial de algumas escolas municipais. Os alunos discutiram sobre o tema proposto na exposição e colocaram a mão na massa montando uma escultura com infláveis para vivenciarem o processo de criação. Para Luciene Oliveira,  da Escola Municipal Chirlene Cristina, a experiência foi muito rica para os alunos. “Já participamos de várias atividades no Instituto Usiminas, mas fazer parte da montagem de uma exposição foi novidade. Os alunos aprendem muito mais em um ambiente com arte”, afirmou.

O coordenador de projetos do Instituto Usiminas, Pedro Melo, ressalta a importância do envolvimento das escolas na montagem e convida a comunidade a conferir a exposição. “Para o Instituto Usiminas e a Usiminas é uma alegria receber uma exposição que aborda um tema tão importante para nós, para a comunidade e ainda consegue envolver estudantes já na montagem. Esperamos que a população venha conferir essas obras cheias de cores, formas e significados”, frisa Pedro Melo. 



Publicidade