Vereadora Verônica Costa é condenada a cinco anos de prisão por tortura ao ex-marido

09/04/2019 15:45

Além de Verônica, quatro parentes da funkeira também foram condenados pelo crime

Publicidade

Conhecida como “Mãe Loura”, a vereadora Verônica Costa (MDB), foi condenada pela Justiça a cinco anos e 10 meses de detenção, pela tortura de seu ex-marido, Márcio Costa.

Ela cumprirá a pena em regime semiaberto. Além da política, quatro parentes dela foram condenados pelo crime, com cumprimentos de cinco anos e três meses. O processo corre em segredo de Justiça.

O caso veio à tona em fevereiro de 2011, após o homem, que na época ainda era casado com Verônica, denunciar o caso à Polícia Civil. O juiz Marcelo Oliveira da Silva, da 16ª Vara Criminal, determinou a perda do cargo da vereadora. A vereadora ainda pode recorrer da sentença. 

Vereadora Verônica Costa é condenada no Rio

"Mãe Loura", Verônica Costa foi condenada pela Justiça- Foto: Reprodução/Câmara do Rio de Janeiro

Além de Verônica, quatro parentes da funkeira também foram condenados pelo crime, a penas de cinco anos e três meses. O processo corre em segredo de Justiça.

O caso

Conforme a informação da Polícia Civil, o irmão, a irmã, o cunhado e o padrasto da funkeira foram até a casa do casal e, por ordem de Verônica, teriam amarrado Márcio no banheiro, após o casal ter jantado junto. Conforme Márcio, ele teve os pulsos e os pés amarrados com correntes, corda e cadeado, e uma venda teria sido colocada em sua boca e em seus olhos. Em seguida, uma sessão de agressão teria sido iniciada.

Ele apanhou, recebeu um produto químico no corpo, ele recebeu ameaças de ser incendiado, além de Verônica repetir que ele tinha uma amante.

O advogado da funkeira, Pedro Lavigne, defende: "Minha cliente reitera a sua completa inocência e vai recorrer da decisão. Está tranquila e confia na Justiça”. 

Atualizada às 8h09



Publicidade