“Se eu não sou bem recebido em NY, vou ser no Texas”

09/05/2019 12:57

Presidente foi alvo de críticas tecidas por Bill de Blasio

Publicidade

“Se eu não sou bem-recebido em Nova York, vou ser no Texas”. O comentário foi feito pelo presidente Jair Bolsonaro nesta manhã de 9 de maio, no Palácio do Planalto, sobre as críticas tecidas por Bill de Blasio, prefeito de Nova York ao governante brasileiro. O norte-americano havia dito que Bolsonaro não era bem-vindo na cidade para receber o prêmio de Pessoa do Ano. A honraria é um reconhecimento da Câmara de Comércio Brasil/Estados Unidos.

Bolsonaro- Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Bolsonaro avalia comparecer também a Dallas- Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Diante da negativa, Bolsonaro pareceu não se importar e cancelou a visita à cidade. “Eu não pude comparecer à cidade onde o prefeito se comporta como um radical, promovendo e se preparando para fazer manifestações das piores possíveis com a minha presença”, afirmou o presidente. Ele disse que não se opõe às manifestações contrárias, mas que nesse caso é diferente, e continuou: “Uma coisa é enfrentar uma manifestação normal. Outra é uma patrocinada pelo prefeito, que é o ‘dono da casa’".

A intenção do brasileiro, conforme adiantou, é se encontrar com republicanos de lá e citou Ted Cruz, senador do estado do Texas, como um provável anfitrião. O estado tem uma tendência ao conservadorismo e certamente ele seria bem recebido.

Diante de alguns possíveis boicotes, outra cidade em que Bolsonaro está avaliando se marcará presença é Dallas, onde o prefeito é um democrata. Mas ele ponderou: “Nós vamos continuar esse trabalho, há o interesse de aproximação com o mundo todo, em especial, no tocante ao comércio”, completou.

Atualizada às 14h26



Publicidade