Temer diz que irá recorrer e "defender seus direitos até o fim"

09/05/2019 12:05

Publicidade

Após a decisão do Tribunal Regional Federal da 2ª região (TRF-2) determinando a prisão do ex-presidente Michel Temer (MDB), o político passou essa madrugada de quinta-feira, 9 de maio, em casa. A residência fica em São Paulo, em Alto de Pinheiros. O ex-governante disse aos jornalistas que estavam na porta da casa dele, que se apresentaria à Justiça de maneira voluntária nesta quinta. Ele disse ainda que buscará recorrer da decisão de sua prisão. “Já falei com o advogado, ele apresentará um habeas corpus ao Superior Tribunal de Justiça (STJ). Ou seja, vou defender os meus direitos até o fim”.

Ex-presidente Michel Temer (foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil )

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Advogados do político foram até a residência dele nesta manhã. Dependerá agora do TRF-2 fazer a expedição de novo mandado de prisão de Temer. Ele e João Baptista Lima Filho “Coronel Lima” tiveram a determinação da Justiça Federal sobre as prisões, nessa quarta-feira, 8 de maio. A 1ª Turma definiu a revogação do habeas corpus do político por dois votos a um.

Temer é alvo da Operação Descontaminação, da Lava-Jato. A operação o investiga como sendo líder de organização criminosa para suposta arrecadação de propinas. O BC bloqueou R$ 491.889,14 da empresa Tabapuã Investimentos e Participações, controlada pelo ex-presidente. As apurações o apontam em supostas propinas de R$ 1 milhão da Engevix.

Atualizada às 13h43



Publicidade