Correios buscam voluntários para ajudar vítimas de enchentes no Rio Grande do Sul

Chamada solidária visa apoiar o processo de triagem de donativos em diversos estados brasileiros

Por Plox

09/05/2024 16h30 - Atualizado há cerca de 1 mês

Os Correios estão convocando voluntários para auxiliar na organização de donativos destinados às vítimas das recentes chuvas que atingiram o Rio Grande do Sul. O trabalho voluntário ocorrerá nas cidades de Cajamar e Guarulhos, em São Paulo, além de Brasília, Curitiba, Cascavel e Londrina, no Paraná.

Foto: Agência Brasil

Interessados em participar dessa corrente de solidariedade podem se inscrever enviando um e-mail para [email protected] em Brasília, [email protected] em São Paulo, ou [email protected] para os interessados no Paraná. É necessário incluir no e-mail o nome completo e um telefone para contato.

Conforme divulgado pelos Correios, todas as agências da empresa nas regiões Nordeste, Sudeste e Sul, bem como no Distrito Federal, estão recebendo doações. Entre os itens mais necessários estão água potável, alimentos não perecíveis, produtos de higiene pessoal e limpeza, roupas de cama e banho e também ração para animais de estimação.

Os Correios garantem o transporte gratuito dos materiais doados até o Rio Grande do Sul. "O transporte dos itens é realizado de forma gratuita pela empresa, que sugere aos doadores a embalagem e identificação dos materiais, embora não seja obrigatório", informou a assessoria de imprensa dos Correios.

Impacto inicial da campanha

Nos primeiros três dias da iniciativa, aproximadamente 800 toneladas de donativos foram coletadas, incluindo 50 toneladas de roupas fornecidas pela Receita Federal e 23 toneladas de vestuário e utensílios domésticos que não foram entregues nem reclamados após 90 dias, conforme o Código de Defesa do Consumidor.

Para os interessados em contribuir diretamente no Rio Grande do Sul, as doações podem ser realizadas nas agências centrais de diversos municípios, incluindo São Borja, Santo Ângelo, Santa Rosa, e muitos outros, espalhados por todo o estado. Em Porto Alegre, as coletas acontecem nos Centros de Distribuição Domiciliária localizados em Vila Jardim, Antônio de Carvalho, Restinga e Cavalhada.

Os centros operam de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, aceitando itens essenciais como colchões, cobertores, lençóis, água, produtos de higiene, copos plásticos, fraldas para crianças e adultos, além de rações para cães e gatos.

 

 


 

Destaques