VÍDEO: Cavalo em Canoas é resgatado após ficar ilhado em telhado devido a enchentes no RS

Equipe de salvamento atua para salvar animal preso em telhado durante chuvas intensas no Rio Grande do Sul

Por Plox

09/05/2024 11h27 - Atualizado há cerca de 1 mês

Em um esforço impressionante de salvamento, um cavalo de cor caramelo foi retirado de uma situação precária no telhado de uma casa em Canoas, Rio Grande do Sul. Este município, um dos mais afetados pelas recentes enchentes no estado, testemunhou a mobilização de várias equipes de resgate na última quinta-feira, 9 de maio.

O animal, que estava preso no telhado há vários dias sem acesso a comida ou água, foi avistado por uma equipe aérea, que notou o cavalo tentando se equilibrar em um espaço reduzido da estrutura. Com duas patas de cada lado do telhado, o equilíbrio precário do cavalo aumentava o risco de uma queda fatal a qualquer momento.

Foto: reprodução/ redes sociais

Para o resgate, foi necessária a coordenação de diversos órgãos, incluindo a atuação de veterinários especializados em resgates em áreas inundadas. A operação faz parte de um esforço maior que já salvou mais de 8.933 animais nas regiões atingidas pelas chuvas, segundo dados fornecidos por agências como a Brigada Militar, a Polícia Civil e o Corpo de Bombeiros.

Cavalo antes do resgate. Foto: reprodução/ redes sociais

A Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura do estado, em colaboração com o Grupo de Respostas a Animais Silvestres (Grad), também relatou o resgate de outros 500 animais só na Região Metropolitana de Porto Alegre.

As enchentes no Rio Grande do Sul deixaram um rastro de destruição com mais de 230 mil pessoas deslocadas de suas casas, sendo 67,4 mil acomodadas em abrigos e 163,7 mil hospedadas com familiares ou amigos. Além disso, a tragédia já contabiliza 100 mortes confirmadas, com duas outras sob investigação, 130 pessoas desaparecidas e 374 feridos, de acordo com o último boletim da Defesa Civil estadual.

 

 

 

Destaques