Ipatinga

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Filho mata a mãe asfixiada para ficar com herança

    B.E.V, de 23 anos, entrou em luta corporal com sua mãe no final do ano passado e segundo diz o inquérito, ele teria matado a mulher com asfixia

    Por Plox

    09/06/2021 19h00 - Atualizado há 3 meses

    O Ministério Público de São Paulo concluiu o inquérito policial que investigava a morte de Márcia Lanzane, de 44 anos, em dezembro de 2020, em Guarujá, no litoral de São Paulo. Segundo o MP, a vítima foi morta pelo próprio filho por causa de herança.

    B.E.V, de 23 anos, entrou em luta corporal com sua mãe no final do ano passado e segundo diz o inquérito, ele teria matado a mulher por meio de asfixia, mas só procurou por ajuda no dia seguinte quando disse aos policiais que Márcia teria sofrido um incidente.

    De acordo com a Polícia Civil, o jovem teria ligado para um primo dizendo que foi a academia e ao chegar, encontrou sua mãe supostamente morta deitada no chão do quarto.

    Foto: Reprodução/ Redes Sociais

     

    Mas, quando os investigadores chegaram até o local, perceberam que a mulher já estava morta  a mais de 5 horas e passaram a ver o próprio filho como principal suspeito de ter matado a mãe.

    Algumas testemunhas que foram ouvidas pela polícia, disseram que o jovem vivia pressionando a mãe para que mudassem para outra coisa, isso por que ele começou a viver uma vida luxuosa com vários amigos e não queria que eles fossem até a sua atual residência.

    "Não bastasse isso, o denunciado ainda queria determinar à genitora que alugasse ou vendesse o imóvel da família, situado em zona de baixa renda da cidade, e alugasse outro em região nobre, para que pudesse receber os amigos sem se sentir humilhado, conforme dizia", citou o MP.

     

    Momentos depois do crime acontecer - Foto: Reprodução

     

    A justiça decretou a prisão preventiva do suspeito, que segue sendo procurado pela polícia. Já a defesa nega qualquer acusação. Segundo o MP, ele estava insatisfeito por não conseguir tudo que queria com a mãe.

    "Insatisfeito em não ver seus anseios materiais atendidos, o denunciado decidiu matar a vítima com o objetivo de ter para si todo o patrimônio da genitora em herança, além da obtenção de valores de eventuais seguros", disse o MP, após investigação da Polícia Civil.      

     

     

    Momentos antes do crime acontecer - Foto: Reprodução

     

    Ainda de acordo com o órgão, o jovem já teria premeditado o crime, após perceber que sua mãe não teria condições de arcar com suas altas despesas. 

    "De todo o apurado, o bárbaro crime praticado se desenvolveu de forma manifestamente premeditada, tendo o denunciado demonstrado extrema frieza ao ceifar a vida de sua mãe, passar a noite na casa com o cadáver ao solo e promover verdadeiro teatro para comunicar a morte", concluiu o Ministério Público. 

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]