Estado reúne prefeitos das cidades atingidas pelo rompimento da barragem da Vale

09/07/2019 07:21

O encontro faz parte da agenda oficial do Comitê Gestor Pró-Brumadinho

Publicidade

Para compreender as demandas dos municípios da bacia do Rio Paraopeba, atingidos pelo rompimento da barragem I da Mina do Córrego do Feijão, o Governo de Minas Gerais, por meio do Comitê Gestor Pró-Brumadinho, recebeu na Cidade Administrativa, nessa segunda-feira (8), representantes de 11 prefeituras afetadas pelo desastre. O encontro faz parte da agenda do Comitê, coordenado pela Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) e composto por diversos órgãos do Estado.

Divulgação/Seplagdfgj

Pará de Minas, a cerca de 100 quilômetros do local da tragédia, é um dos municípios que sofre impactos. O prefeito Elias Diniz conta que o Rio Paraopeba é o principal fornecedor de água aos quase 100 mil habitantes. “Estaremos para sempre impactados pelo rompimento da barragem da Vale. Passamos por muitas restrições nos últimos meses. Nossa produção de frangos e porcos está enfraquecida. Não é um cenário animador. Mas, apesar de tudo, precisamos destacar o empenho do Governo de Minas em nos apoiar”, lembra.

A secretária-adjunta da Seplag, Luísa Barreto, coordenadora do Comitê, explica que o governo está organizado para dar celeridade às ações de mitigação, recuperação e compensação socioambiental e socioeconômica. “Queremos aperfeiçoar nosso papel intermediador para fomentar ações que reparem os danos causados pelo desastre”, explica Luísa.

O prefeito de Mário Campos, Elson da Silva Júnior, lamenta a realidade difícil do município vizinho a Brumadinho. “Somos uma cidade de agricultura familiar e, depois do acontecido, tudo mudou. Quem pescava já não consegue mais, quem plantava hortaliças não planta mais. Precisamos de ações imediatas que nos ajudem e o comitê, assumindo o papel de intermediador, é fundamental”.

Na reunião, a diretora-geral do Instituto Mineiro das Águas (Igam), Marília Carvalho, se comprometeu a enviar, ainda nesta semana, um relatório atualizado sobre a qualidade da água dos municípios abastecidos pelo Rio Paraopeba que sofreram algum tipo de intervenção devido ao desastre ambiental.

Em outras ocasiões, o comitê ouviu a população atingida em Brumadinho e, nesta terça-feira (9), o comitê receberá deputados estaduais, também para aperfeiçoar o diálogo.

Sobre o Comitê Gestor Pró-Brumadinho

De iniciativa do Governo de Minas Gerais, o Comitê Gestor é responsável por coordenar ações governamentais para a recuperação socioeconômica e socioambiental de Brumadinho e dos municípios da Bacia do Rio Paraopeba, afetados pelo rompimento da barragem I da Mina Córrego do Feijão. O comitê é um canal oficial com objetivo de oferecer transparência às atividades governamentais e ser um facilitador para a comunicação com os atores envolvidos.
 



Publicidade