Busca por material radioativo em São Paulo é encerrada após recuperação de peça contaminada

Peça de Germânio 68 encontrada em ferro velho elimina risco de contaminação radiológica, segundo CNEN

Por Plox

09/07/2024 07h56 - Atualizado há 4 dias

A Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) encontrou nesta segunda-feira (8) a peça de radiação ativa que havia sido furtada de um veículo de transporte de material radioativo na Zona Leste de São Paulo. O item, uma coluna de Germânio 68 usada em geradores de Gálio 68, foi localizado intacto em um ferro velho na Avenida Bento Guelfi, no Jardim da Laranjeira.

Foto: Reprodução/Comissão Nacional de Energia Nuclear
 

Fim do risco de contaminação

Com a recuperação do material, a CNEN declarou que o risco de contaminação por radiação foi completamente eliminado. Em comunicado, a Comissão afirmou: "É importante ressaltar que não houve rompimento do material, dispersão ou contaminação".

Detalhes do furto

O furto ocorreu no dia 30 de junho, quando um veículo de uma empresa especializada em transporte radioativo foi levado de uma rua em São Mateus, também na Zona Leste. O veículo continha cinco embalagens, todas com geradores de material radioativo. Apenas um desses geradores, o de Germânio 68/Gálio 68, representava um risco ativo. Os outros quatro geradores, de Molibdênio 99/Tecnécio 99, já haviam sido utilizados e estavam sendo devolvidos à empresa.

Operação de recuperação

No sábado (6), três indivíduos foram presos sob acusação de receptação e porte de material nuclear. Um dos presos trabalhava no desmanche onde os cilindros de chumbo que protegiam os geradores foram vendidos para uma loja de baterias na Avenida Itaquera. Os outros dois detidos eram do comércio onde as estruturas de metal foram encontradas. Os homens, com idades de 21, 25 e 53 anos, foram encaminhados ao 53º Distrito Policial (DP) - Parque do Carmo. Técnicos do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen) foram chamados para verificar as taxas de radiação no local e concluíram que não havia perigo.

Circunstâncias do furto

A empresa proprietária do veículo furtado, Medical Armazenagem Logística e Distribuição Ltda, informou que a carga radioativa havia sido retirada no Rio de Janeiro e tinha como destino Curitiba, no Paraná, e Blumenau, em Santa Catarina. Segundo os sócios, o furto ocorreu devido a uma falha operacional do motorista, que decidiu deixar o carro em frente à sua residência em vez de levá-lo para uma unidade da empresa antes de seguir para o Sul.

Investigação em curso

O caso continua sendo investigado pelo 49º Distrito Policial - São Mateus. Até o momento da última atualização desta reportagem, o veículo furtado ainda não havia sido encontrado.

Destaques