Guarda Civil Metropolitana é afastada por agredir morador de rua no Centro de SP

Secretaria de Segurança Urbana inicia procedimentos disciplinares após divulgação de vídeo com agressões

Por Plox

09/07/2024 07h49 - Atualizado há 6 dias

A Prefeitura de São Paulo afastou três agentes da Guarda Civil Metropolitana (GCM) após eles serem flagrados em vídeo agredindo um homem em situação de rua, mesmo após ele estar algemado. O ocorrido foi registrado na manhã do último sábado (6), entre a Avenida Professor Passos e a Rua Almirante Mauriti, no Centro da capital. As cenas de violência foram filmadas por testemunhas que estavam presentes no local.

Foto: Reprodução de video

Detalhes da abordagem violenta

Inicialmente, três guardas-civis abordaram o homem, com um dos agentes segurando uma arma enquanto usava a outra mão para imobilizar o homem. Após resistência, o homem foi jogado ao chão e, mesmo caído, recebeu um chute de um dos guardas, seguido por socos. Outra agente da GCM utilizou um cassetete para bater no homem, que continuava a resistir. Posteriormente, seis guardas conseguiram segurá-lo e novamente o jogaram no chão, pisando nele.

 

Foto: Reprodução de video

Reação das testemunhas e ameaça com arma

Pessoas que presenciaram a cena se revoltaram e pediram para que os guardas cessassem a abordagem violenta. Um dos guardas, então, apontou a arma em direção às pessoas que filmavam e protestavam, que incluíam crianças, e ordenou que se afastassem. Em seguida, quatro policiais militares que estavam no local se juntaram aos guardas e expulsaram os transeuntes próximos.

Continuação das agressões e medidas disciplinares

Mesmo algemado e no chão, o homem continuou a ser pisoteado pelos guardas, sendo posteriormente jogado na viatura da GCM. Os agentes ainda agarraram suas pernas e o arremessaram para dentro do veículo. Em nota, a Secretaria Municipal de Segurança Urbana (SMSU) afirmou que já deu início aos procedimentos disciplinares e que "após o rito legal, a punição será determinada conforme regramento da instituição".

debates sobre a atuação da GCM

A atuação da GCM no Centro de São Paulo tem gerado debates. Recentemente, a juíza Gilsa Elena Rios, do Tribunal de Justiça de São Paulo, proibiu a Guarda de atuar como a Polícia Militar em operações na região, impedindo o uso de bombas de gás e balas de borracha contra usuários de drogas.

Policiais militares não participaram da ação, diz SSP

A Secretaria da Segurança Pública declarou que os policiais militares presentes no vídeo não participaram efetivamente da ação.

Destaques