Vídeo: motociclista morre carbonizada em grave acidente na BR-116 em Governador Valadares

A motocicleta pegou fogo após o impacto, causando queimaduras parciais no corpo da vítima

Por Plox

09/07/2024 18h07 - Atualizado há 14 dias

Umacolisão frontal entre uma motocicleta e um caminhão resultou na morte de Luciana Moreira, de 36 anos, na tarde desta terça-feira (9), na BR-116, próximo ao posto da Polícia Rodoviária Federal em Governador Valadares. 

 

A motocicleta pegou fogo após o impacto, causando queimaduras no corpo da vítima.

Crop
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Detalhes do acidente

De acordo com Rômulo Leite, inspetor da PRF, "as informações preliminares, de acordo com os vestígios que a gente constatou, são que a condutora da motocicleta vinha transitando pela contramão, possivelmente efetuando alguma ultrapassagem, o condutor do caminhão não conseguiu desvencilhar da moto e infelizmente a gente teve uma colisão frontal." O condutor do caminhão, Genivaldo Hinório dos Santos, afirmou que a motociclista estava em alta velocidade, tornando impossível evitar a batida. "Ela vinha tão correndo que eu nem vi acontecer. Quando bateu, ela caiu para trás pegando fogo e moto pegou fogo na frente do caminhão. Eu não pude fazer nada. Primeira vez que acontece um acidente comigo, fiquei em choque", declarou.

Luciana Moreira, de 36 anos, vítima fatal do acidente — Foto: Redes sociais
Foto: Redes sociais

Consequências na rodovia

O acidente provocou um congestionamento significativo na BR-116, levando à interdição parcial da via enquanto os trabalhos da perícia eram realizados. Após a conclusão das investigações iniciais, o corpo de Luciana Moreira foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). A perícia ainda determinará se a morte ocorreu devido ao impacto da colisão ou às chamas que se seguiram.

PRF fala sobre  caminhoneiro

Segundo a PRF, o motorista do caminhão estava habilitado e não havia ingerido álcool.

Destaques