Ipatinga

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    PM é morto no Rio horas após postar 'vida não avisa quando vai acabar'

    Publicação nas redes sociais foi feita em homenagem ao Dia dos Pais. Vítima foi assassinada ao tentar apartar uma briga em uma praça

    Por Plox

    09/08/2021 10h40 - Atualizado há 4 meses

    Um policial militar foi assassinado a tiros por um guarda municipal em Nilópolis, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, na noite desse domingo (8). Horas antes da morte, a vítima havia postado um texto em que pedia às pessoas para valorizarem a vida, pois ela "não avisa quando vai acabar".

    De acordo com a PM, Cristiano Loiola Valverde estava em uma praça da cidade quando avistou e tentou separar uma briga que ocorria entre dois homens no local. Um dos envolvidos, Max Aurélio da Costa Biassotto Ferreira, que é guarda municipal na capital, não gostou da intervenção do PM, sacou a arma e disparou contra Cristiano. Ambos estavam de folga.

    Cristiano tentou apartar briga e acabou sendo baleado e morto. Foto: reprodução/ Facebook

     

    Após o crime, Max foi detido por testemunhas que estavam na praça e, em seguida, preso em flagrante por um agente da PM que passava pelo local e levado para a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF). A Polícia Civil esteve na área na madrugada desta segunda-feira (9) e realizou os trabalhos de perícia. O corpo foi recolhido e levado ao Instituto Médico-Legal (IML).

    Assassinado no Dia dos Pais, Cristiano deixou uma filha de 15 anos. Em uma rede social, o homem havia publicado uma reflexão horas antes de ser morto. "Valorize seu pai, sua mãe, sua família, seus amigos. Valorize os que estão do seu lado. A vida não avisa quando vai acabar", postou o policial.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]