Candidato à presidência do Equador é morto com tiros na cabeça durante comício

O candidato de centro-esquerda estava na 5ª posição em apareceu uma pesquisa eleitoral publicada pelo "El Universo" na data de ontem (8)

Por Matheus Valadares

09/08/2023 22h19 - Atualizado há 10 meses

O político Fernando Villavicencio, candidato a presidência do Equador, foi morto a tiros durante comício nesta quarta-feira (9), em Quito, capital do país. Ele estava participando de um comício quando foi alvejado na cabeça por três disparos, conforme noticiado pela mídia local.

Fernando Villavicencio durante campanha. Foto: Redes Sociais/Reprodução.

 

O jornal "El Universo" informou que, as pessoas que estavam no encontro de campanha ouviram os tiros e então notaram que Villavicencio caiu no chão.

O candidato de centro-esquerda estava na 5ª posição em apareceu uma pesquisa eleitoral publicada pelo "El Universo" na data de ontem (8).

O Equador passa por uma intensa “crise política”, e terá eleições antecipadas no próximo dia 20.  A votação está agendada para o dia 20 de agosto. Além do chefe do executivo, serão eleitos o vice-presidente e 137 parlamentares.

O atual presidente, Guillermo Lasso, havia dissolvido a  Assembleia Nacional em maio, após um julgamento para destituir o presidente

Destaques