Ipatinga

economia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Empresas perdem R$ 195,3 bi em valor de mercado após falas golpistas de Bolsonaro

    Para analistas, falas do presidente sobem o grau de incerteza na economia brasileira a patamar ainda pior

    Por Plox

    09/09/2021 00h19 - Atualizado há 16 dias

    Petrobras, Ambev, Itaú, Bradesco e Vale estão entre as empresas com capital aberto na B3, bolsa de valores brasileira, que mais perderam valor de mercado nesta quarta-feira (8), após as declarações golpistas do atual presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Ao todo, a queda foi de R$ 195,3 bilhões.

    As informações foram apuradas pela Economatica, provedora de informações financeiras. Segundo a empresa, as ações das companhias somavam R$ 5,257 trilhões na segunda-feira (6) e caíram para R$ 5,061 trilhões ao fim dos negócios desta quarta.

    Ao todo, a queda foi de R$ 195,3 bilhões. Foto: reprodução/ Pixabay

     

    Nessa terça (7), durante celebração do feriado de Independência do Brasil, Bolsonaro reuniu apoiadores em Brasília e São Paulo e, mais uma vez, insinuou que poderá fechar o Supremo Tribunal Federal (STF), em nítido desrespeito à independência dos Poderes. O ato, segundo especialistas, pode representar crime de responsabilidade contra o presidente.

    De acordo com a Economatica, as empresas que mais perderam valor foram Petrobras (baixa de R$ 19,6 bilhões), Ambev (R$ 15,4 bilhões), Itaú (14,3 bilhões), Bradesco (R$ 12,2 bilhões) e Vale (R$ 10,1 bilhões).

    Além disso, o Ibovespa despencou 3,78%, e o dólar subiu 2,93%, estando cotado a R$ 5,3276 - a maior valorização percentual diária desde 24 de junho do ano passado. Para analistas, os investidores estão recebendo mal os atos antidemocráticos e os ataques de Bolsonaro aos ministros do STF.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]