Ipatinga

acontece

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Projeto Calço inicia suas atividades em Coronel Fabriciano

    O Projeto Calço é o primeiro laboratório de assistência técnica para habitação de interesse social do Vale do Aço.

    Por Plox

    09/09/2021 11h54 - Atualizado há 11 dias

    A ASBT – Associação Solidariedade Brasil-Togo, entidade social com sede em Coronel Fabriciano, iniciou neste último sábado, dia 04 de setembro, as atividades de seu Projeto Calço - Laboratório de Assistência Técnica, realizando a inscrição de moradores da comunidade do Morro do Tomate, localizado no bairro Caladinho, para a elaboração de projetos de melhoria de suas moradias. Com esta iniciativa, a ASBT resgata um projeto iniciado desde sua fundação, há vinte anos, e que se encontrava paralisado.

     

    Foto: Divulgação

     

    Segundo o arquiteto e urbanista Roberto Caldeira Jr., coordenador do Projeto Calço, o Laboratório de Assistência Técnica é o primeiro escritório do Vale do Aço voltado à Assistência Técnica para Habitação de Interesse Social (ATHIS), cujo principal objetivo é assegurar a moradia digna para a população de baixa renda da região, como parte integrante do direito à moradia previsto pela Constituição Federal. Além disso, o Projeto Calço também irá oferecer consultoria para profissionais que queiram atuar nesta área e para prefeituras da Região Metropolitana do Vale do Aço que pretendam implementar a ATHIS em seu município. 

     

    A comunidade do Morro do Tomate foi escolhida como projeto piloto, já que participou em 2019 das oficinas de ATHIS realizadas na sede da ASBT, que contou com a participação de moradores, profissionais e estudantes de arquitetura, engenharia, assistência social, dentre outros, além de representantes do poder público. Na oportunidade, foram oferecidas palestras de profissionais sobre o tema, como forma de disseminar a assistência técnica na região. Para este projeto, foi feita parceria entre a ASBT e o Curso de Arquitetura e Urbanismo do Unileste, que permitirá aos alunos da disciplina de Assistência Técnica a melhor compreensão sobre esta área de atuação do arquiteto e urbanista.

    Foto: Divulgação

    Para se inscrever, o morador tem que possuir renda familiar de até três salários-mínimos e ser proprietário do imóvel onde reside. Será oferecida gratuitamente a orientação técnica, social e jurídica para o projeto de melhoria, a construção e a regularização de imóveis situados no Morro do Tomate. Roberto Caldeira esclarece que, a partir das inscrições realizadas, será feita uma análise socioeconômica para início dos trabalhos de levantamento cadastral das edificações, quando será verificada a situação de cada imóvel visitado. Em seguida, serão realizadas oficinas de projeto com a participação dos moradores e alunos, sob orientação da equipe técnica da ASBT vinculadas ao Projeto Calço, como arquitetos, assistente social, advogada e pedagogo. De posse do projeto, serão quantificados os materiais de construção necessários para a construção e organizada a documentação para a regularização fundiária de cada imóvel.

     

    Segundo a assistente social Amanda Venades, a participação do morador no processo de projeto é fundamental, para estabelecimento do vínculo e sentimento de pertencimento. Neste sentido, será dado o apoio técnico social durante todas as etapas do projeto. Já para a advogada Juliana Dornelas, os moradores poderão regularizar a situação do imóvel no futuro, pois terão toda a assistência técnica necessária para que sua documentação fique em condições de registro. 

    Foto: Divulgação

     

    Para a execução das obras, será estimulada a construção pelo próprio morador, através de autoconstrução assistida ou mão-de-obra solidária, com orientação dos técnicos do Projeto Calço. Roberto Caldeira informa ainda que está sendo estruturado um Banco de Materiais para atender os projetos elaborados. Segundo Carlos Roberto de Lima, presidente da ASBT, a entidade dispõe em sua sede de espaço adequado para receber doações de materiais de construção para seu Banco de Materiais, que permitirá oferecer ao morador que não dispõe de recursos financeiros a condição de executar sua reforma. Quem quiser doar pode entrar em contato com a ASBT através do WhatsApp (31) 98493-6706, na página da ASBT no Facebook (asbt.brasil), na rede social do Projeto Calço (Instagram: projetocalco, Facebook: @projetocalco), ou através do e-mail da ASBT ([email protected]).

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]