Escolas municipais ajudarão a incrementar novas eleições da Câmara Mirim em Ipatinga

10/05/2019 17:29

A cada dois anos, a Câmara Mirim mobiliza praticamente todas as escolas das redes pública e particular do município

Publicidade

“Essa é a primeira eleição da Câmara Mirim na minha gestão como prefeito e, sendo o autor deste projeto quando ainda era vereador, me sinto honrado de dar a minha parcela de contribuição agora como chefe do Executivo. Já determinei com a Secretária de Educação que haja participação maciça dos nossos alunos da rede, para que essa seja a maior de todas as eleições da Câmara Mirim”. 

As palavras são do prefeito Nardyello Rocha ao participar, nesta sexta-feira (10), de uma reunião na Câmara Municipal de Ipatinga, na sala do presidente Jadson Heleno, para tratar do apoio do Executivo, por meio da Secretaria Municipal de Educação, às eleições da Câmara Mirim, que serão realizadas no dia 3 de outubro deste ano. 

(Foto: divulgação)(Foto: divulgação)

Também estiveram presentes no encontro os servidores que trabalham no Centro de Atenção ao Cidadão (CAC) do Legislativo, a secretária municipal de Educação, Eva Sônia, e outros representantes da pasta. 

“Vamos fornecer todo o suporte necessário ao Legislativo, motivando diretores e professores e conscientizando nossos alunos para que eles possam se envolver neste processo de valorização da cidadania. A Câmara Mirim é um instrumento valioso de formação de futuros cidadãos”, pontuou a secretária de Educação. 

O presidente da Câmara Municipal, Jadson Heleno, avalia que o apoio do Executivo vai valorizar ainda mais o processo eleitoral. “Sabia que poderíamos contar com o prefeito para o bom desenvolvimento deste projeto. A parceria com a rede pública é de suma importância, uma vez que dali poderão sair os futuros vereadores mirins. Esse projeto, além de promover a interação da Câmara com a sociedade e as escolas, tem como objetivo contribuir para a promoção da cidadania e permitir aos estudantes compreenderem melhor o papel do Legislativo”, enfatizou.

Alcance do projeto
A cada dois anos, a Câmara Mirim mobiliza praticamente todas as escolas das redes pública e particular do município. São eleitos 76 vereadores mirins, que são divididos em quatro mandatos, cada um com seis meses de duração. Cada escola elege um vereador e um suplente. Somente podem ser candidatos a uma vaga de vereador mirim os alunos matriculados do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental. 
  
Em parceria com as escolas, a Câmara abre espaço para os adolescentes participarem de diversas atividades durante o ano, para conhecerem de perto o papel da Câmara, levando informações úteis aos alunos e, por extensão, à comunidade sobre o funcionamento, finalidade e importância do Legislativo.

(Foto: divulgação)(Foto: divulgação)
 
O principal objetivo da Câmara Mirim é promover interação entre a Câmara Municipal de Ipatinga e as escolas, permitindo ao estudante compreender o papel do Legislativo no contexto social em que vive, contribuindo assim para formação de cidadãos conscientes de seus direitos e deveres, capazes de compreender, inovar e transformar politicamente a realidade.

Emocionado, o chefe do Executivo relembrou que foi a Resolução nº 472/2007, de sua autoria, que deu origem à Câmara Mirim, sendo este um dos projetos de maior repercussão na comunidade, por estimular a consciência política ainda na infância e adolescência e promover ações de cidadania. 
 
“Quero parabenizar a Câmara de Ipatinga por dar continuidade a este projeto com tanta excelência. Tenho orgulho de ver esse projeto tomar proporções internacionais. Ipatinga foi modelo para implantação da Câmara Mirim em diversas outras grandes cidades. O maior objetivo, de despertar o exercício da cidadania e o espírito cívico entre os jovens, e também aproximar cada vez mais o Legislativo da população ipatinguense, foi alcançado”, declarou o prefeito. 
 



Publicidade