Levantamento vai apontar característica dos resíduos sólidos em Timóteo

10/05/2019 07:32

Objetivo é estudar a redução na geração dos resíduos, melhorar e ampliar o programa de coleta seletiva

Publicidade

O programa de ampliação da coleta seletiva em Timóteo deu mais um passo nesta quinta-feira com a realização de composição gavimétrica na sede da Associação de Catadores de Recicláveis de Timóteo (Ascati). Esse estudo tem por finalidade medir a geração de resíduos sólidos urbanos per capita no município, além de conhecer as características e a composição desses materiais. 

Em março deste ano, o Município de Timóteo assinou um convênio com a Fundação Estadual de Meio Ambiente (Feam) para a implantação e ampliação de coleta seletiva no município. A gestão do convênio é feita pelo Instituto de Gestão de Políticas Sociais – Gesois, parceiro da Feam. 

DivulgaçãoComposição-Gavimétrica

Nesta quinta-feira, o setor de limpeza urbana coletou duas toneladas de lixo em bairros com estratificação social variada para ter uma amostragem do tipo de lixo gerado em toda a cidade. Na Ascati esse material foi separado e dividido entre lixo orgânico, reciclável e rejeito. Com isso, segundo a subsecretária de Meio Ambiente, Lucília Gomides Silva de Moraes, após o encerramento desse trabalho será possível ter informações precisas e criar a gestão dos resíduos sólidos. 

A partir da composição gavimétrica será possível estudar iniciativas para a redução dos resíduos, propiciar a melhoria e a ampliação do programa de coleta seletiva e trabalhar a legislação municipal para nortear ações futuras com relação à destinação dos resíduos sólidos. 

“Essa atividade de composição gavimétrica, realizada na Ascati com apoio da Gesois, não é feita há muitos anos em Timóteo. O município não conhece a composição de todos os resíduos gerados, e com essas informações, teremos a oportunidade de trazer outros parceiros para nos ajudar no programa de coleta seletiva”, explicou Lucília Gomides.
 



Publicidade