Governo de Minas Gerais lança "Vale do Lítio" em Nova Iorque

O anúncio foi feito na Nasdaq, maior bolsa de valores do mundo focada em tecnologia e inovação

Por Plox

10/05/2023 07h25 - Atualizado há cerca de 1 ano

Nesta terça-feira (9), o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, anunciou em Nova Iorque, Estados Unidos, o lançamento da iniciativa "Vale do Lítio" (Lithium Valley Brazil). O projeto econômico-social visa desenvolver 14 cidades nas regiões Norte e Nordeste do estado através da cadeia produtiva do lítio, gerando empregos e renda para a população local. O anúncio foi feito na Nasdaq, maior bolsa de valores do mundo focada em tecnologia e inovação.

Foto: André Cruz / Imprensa MG

 

As cidades envolvidas no projeto abrigam a maior reserva nacional de lítio, mineral amplamente utilizado na fabricação de baterias de longa duração para veículos elétricos e dispositivos eletrônicos. A demanda por lítio deve crescer nos próximos anos, impulsionando a indústria como um todo.

Segundo o governador, o lançamento do projeto na Nasdaq mostra ao mundo o grande potencial de Minas Gerais na produção do metal estratégico, que terá papel fundamental na transição energética. Zema ressaltou que o lítio contribui para a geração de energia limpa, uma vez que é utilizado no armazenamento de energia em baterias.

Idealizado pela Invest Minas, o "Vale do Lítio" é fruto de articulação entre órgãos governamentais estaduais e municipais, visando políticas públicas voltadas à atração de empresas e investimentos, qualificação da mão de obra, incentivo à tecnologia e fornecimento da infraestrutura necessária para o crescimento da região.

Foto: André Cruz / Imprensa MG

 

Fernando Passalio, secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, destaca a importância de atrair diversos atores da cadeia produtiva do lítio para a mesma região, onde será possível extrair, beneficiar e fabricar produtos que abastecerão mercados globais. Segundo ele, isso trará empresas e empregos de qualidade, transformando a realidade local.

O Brasil está entre os países com maior potencial de extração do lítio, e o "Vale do Lítio" oferece diferenciais competitivos. O lítio encontrado em Minas possui alta pureza, facilitando sua utilização na fabricação de baterias mais potentes. Além disso, a extração no estado utiliza menos água que o modelo tradicional, tornando o processo menos nocivo ao meio ambiente.

Estudos do Serviço Geológico Brasileiro (CPRM) apontam a existência de 45 jazidas no Vale do Lítio com grande potencial econômico, o que poderá aumentar em 20 vezes as reservas comprovadas na região, garantindo o fornecimento de matéria-prima a longo prazo.

João Paulo Braga, diretor-presidente da Invest Minas, afirma que o "Vale do Lítio" tem condições de ser um dos principais polos mundiais de fabricação e desenvolvimento de tecnologias no setor, e que estão prontos para auxiliar os investidores interessados em levar seus projetos para Minas Gerais.
 

Destaques