Casos de maus-tratos a animais aumentam no Sul de Minas

Região vê aumento preocupante nas ocorrências

Por Plox

10/05/2024 15h33 - Atualizado há cerca de 1 mês

O Sul de Minas registrou 183 casos de maus-tratos a animais apenas nos primeiros três meses de 2024, indicando um aumento de 27,9% em comparação com o mesmo período de 2023, conforme dados da Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública (Sejusp). A região é composta por três Regiões Integradas de Segurança Pública (Risp), responsáveis por registrar esses incidentes.

Foto: Polícia Ambiental de Ituiutaba/Divulgação

6ª risp tem maior número de ocorrências
A 6ª Risp, com sede em Lavras (MG), contabilizou o maior número de denúncias, com 116 ocorrências entre janeiro e março de 2024. Isso representa um aumento notável em relação aos 68 casos registrados no mesmo período do ano anterior.

A 17ª Risp, cobrindo Pouso Alegre (MG), registrou 37 ocorrências no início de 2024, uma queda em relação às 47 denúncias do ano anterior. Já a 18ª Risp, sediada em Poços de Caldas (MG), observou um pequeno aumento, de 28 para 30 casos.

 

lei sansão endurece penalidades
A Lei Sansão, sancionada em 2020, prevê penas mais rigorosas para quem comete maus-tratos ou violência contra cães e gatos, com reclusão de 2 a 5 anos. Além disso, infratores podem ser multados e proibidos de manter animais. Se o crime resultar na morte do animal, a pena aumenta entre um sexto e um terço do tempo inicial.

Destaques