Pelo menos 400 jovens infratores devem ganhar a liberdade no Rio, por decisão do STF

10/06/2019 16:08

Nesta segunda-feira, 50 internos estão deixando as unidades socioeducativas

Publicidade

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin decidiu que 50 adolescentes infratores no Centro de Socioeducação Dom Bosco devem ganhar a liberdade ainda nesta segunda-feira, 10 de junho. O espaço fica na Ilha do Governador e abriga 450 jovens, com idades entre 14 e 21 anos, porém, a lotação máxima é de 216 internos. Em todo o Rio de Janeiro, cerca de 400 jovens deixarão as unidades socioeducativas na capital coordenadas pelo Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase).

Jovem infrator preso no Degase Foto: Luís Alvarenga

Foto: Reprodução


Os nomes dos jovens devem ser disponibilizados para a instituição ainda hoje. As informações são do diretor da unidade, Thiago Costa, que disse ainda que eles só poderão sair com os parentes e que cada família será chamada para buscar o jovem.


O STF decidiu reduzir a quantidade de reclusos no centro de internação Dom Bosco para evitar a superlotação. O Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Educação, defende que as instituições sob sua tutela não devem ultrapassar 19% de sua capacidade, que é o máximo aceito. Apesar de a instituição não informar o horário específico em que os internos deixariam o local, três jovens, com idades entre 16 e 18 anos estiveram na unidade para buscar seus companheiros. 

Atualização: 17h22



Publicidade