Cleo Pires revela diagnóstico de TDAH e compartilha sua experiência nas redes sociais

Atriz e cantora conta que quadro foi confundido com depressão e ansiedade em momentos anteriores de sua vida

Por Plox

10/07/2023 06h56 - Atualizado há cerca de 1 ano

Cleo Pires, uma das atrizes mais reconhecidas do Brasil, surpreendeu seus seguidores ao revelar em suas redes sociais um diagnóstico recém-recebido de Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH). O anúncio veio como um desabafo na plataforma Instagram, onde Cleo compartilhou suas experiências com depressão, ansiedade, bipolaridade e síndrome de Hashimoto, condições que, segundo ela, sempre esteve lutando contra ao longo de sua vida.

A atriz admitiu que receber um diagnóstico relacionado a um transtorno mental pode causar estranhamento inicial, mas também afirmou que este foi um momento de libertação para ela. "É sempre um estranhamento quando a gente recebe um diagnóstico relacionado a um transtorno mental, né? Mas também é uma libertação porque as coisas vão fazendo mais sentido, vão se encaixando", relatou ela em um trecho do vídeo.

Foto: Instagram/Reprodução

De acordo com informações do Ministério da Saúde, o TDAH é um transtorno neurobiológico de origem genética, que geralmente se manifesta durante a infância e pode persistir ao longo da vida do indivíduo. Este transtorno se caracteriza por três sintomas principais, como explicou a bióloga e neurocientista Lívia Ciacci em entrevista à Folha: falta de concentração, impulsividade e excesso de energia ou hiperatividade.

No cérebro de uma pessoa com TDAH, ocorre uma alteração bioquímica nas regiões pré-frontal e pré-motora, que pode levar a alterações de impulsos e inquietação, devido ao papel dessas áreas na regulação do comportamento humano através do autocontrole. Ciacci também compartilhou uma lista de sinais de alerta de TDAH em adultos e recomenda que aqueles que identificam mais de oito desses sintomas procurem ajuda psicológica e psiquiátrica.

Entre os sinais estão dificuldade em organizar tarefas diárias, frequentemente se perder em distrações e "sonhos acordados", comportamento impulsivo sem considerar as consequências, alterações rápidas de humor e explosões de raiva por motivos pequenos. Além disso, pessoas com TDAH podem ter tendência a se envolver em situações de alto risco em busca de estímulos fortes e apresentar um histórico de problemas escolares durante a infância e adolescência.

Destaques