Ipatinga

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Delegado da PF é encontrado morto em delegacia no Rio Grande do Sul

    Caso será investigado pela própria corporação. Suspeita inicial é que o homem, de 48 anos, tenha cometido suicídio

    Por Plox

    10/08/2021 14h03 - Atualizado há 4 meses

    Um delegado da Polícia Federal (PF) de Caxias do Sul, na Serra do Rio Grande do Sul, foi encontrado morto na sede da corporação, nessa segunda-feira (9). O caso gerou comoção em várias entidades e é tratado como suicídio.

    De acordo com a PF, as circunstâncias do óbito de Gastão Schefer Neto, de 48 anos, serão investigadas pela própria Polícia Federal. O motivo é que o fato ocorreu dentro de uma delegacia. O especialista atuava na unidade de Caxias do Sul há pouco mais de um mês.

    Gastão entrou na PF em 2002 como escrivão. Foto: reprodução/ arquivo pessoal

     

    No ano passado, Gastão Schefer trabalhou como chefe de gabinete da Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

    Além disso, o delegado concorreu ao cargo de deputado federal pelo Paraná por duas vezes. Na primeira, em 2014, Gastão conquistou 23.239 votos pelo antigo PR (atual PL). Quatro anos depois, ele tentou o mesmo cargo pelo PSL e recebeu 4.670 votos. Ele não foi eleito em nenhuma das vezes.

    Local onde delegado foi encontrado sem vida. Foto: reprodução/ RBS TV

     

    Comoção

    Sindicados e policiais manifestaram pesar pela perda do delegado. Em nota, o Sindicato dos Policiais Federais do RS (SINPEF/RS) relembrou que o profissional foi empossado em 2002 na PF, como escrivão. "Nossas condolências à família e aos amigos neste momento de dor".

    Já o Sindicato dos Delegados da PF no Paraná afirmou que, em momento de dor, se solidariza "em oração para que Deus conforte o coração de sua família e amigos neste momento difícil".

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]