Ipatinga

política

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Mercado reage positivamente após nota de Bolsonaro; “mostrou poder e depois apaziguou”

    Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), elogiou a atitude do presidente

    Por Plox

    10/09/2021 17h06 - Atualizado há 15 dias

    As declarações do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em nota que ele divulgou nesta quinta-feira (9), trouxeram uma reação positiva ao mercado. A bolsa reagiu subitamente e teve uma forte alta de 1.72%; o dólar caiu a R$5,22. O ponto chave da nota emitida pelo presidente é a informação de que “jamais tive a intenção de agredir quaisquer poderes“.

    A atitude do presidente Bolsonaro também foi elogiada pelo presidente da Câmara dos deputados, Arthur Lira (PP-AL). Segundo declarações o parlamentar, não é momento para desarranjos institucionais e o presidente Bolsonaro agiu muito bem.

    Lira: “Temos a obrigação de trabalhar em harmonia”. Foto: Agência Câmara de Notícias

     

    “O País é maior do que qualquer instituição ou presidente de Poder. Temos a obrigação de trabalhar em harmonia. Temos problemas, temos o resto da pandemia, o problema do desemprego, dos precatórios, que podem afetar os recursos de investimento. Não é o momento para desarranjos institucionais”, afirmou Lira.

    O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), também elogiou a atitude do presidente. "A Declaração à Nação, do presidente Jair Bolsonaro, afirmando inclusive que a 'harmonia entre os Poderes é uma determinação constitucional que todos, sem exceção, devem respeitar', vai ao encontro do que a maioria dos brasileiros espera”, afirmou.

    "Respeito entre os Poderes, obediência à Constituição e compromisso de trabalho árduo em favor do desenvolvimento do país. É disso que o Brasil precisa e que vamos continuar defendendo”, disse.

    Bolsonaro na véspera das manifestações de 7 de Setembro. Foto: Marcos Correa/PR

     

    As informações são de que a carta divulgada com Bolsonaro foi o assunto tratado por ele no almoço com o ex-presidente Michel Temer, que foi quem indicou o ministro Alexandre Moraes ao STF. Temer está agindo como mediador entre a Presidência da República e a Suprema Corte.

    Com a aproximação de Michel Temer do presidente Bolsonaro, os analistas de mercado entendem que isso gera maior estabilidade do país. Pois, a princípio, o MDB, partido de Temer, era uma das legendas que estaria indo discutir um possível apoio a um impeachment do presidente.

    Outro fato que acabou dando mais estabilidade à economia do Brasil, segundo especialistas, é que, em meio a pontos de concentração de caminhoneiros nas rodovias federais, o presidente Bolsonaro enviou um áudio que fez com que houvesse a dissipação do movimento. No áudio, Bolsonaro alegou que a ação dos caminhoneiros poderia provocar infração e prejudicar a economia. Esse áudio de Bolsonaro também ajudou positivamente na reação da Bolsa de São Paulo.

    Analistas de mercado de capitais que conversaram com o Plox acreditam que, no fim, Bolsonaro sai fortalecido deste movimento. “Ele conseguiu demonstrar força, demonstrar que tem capacidade de aglutinar e movimentar grande parte da opinião pública. Pois as imagens são incontestáveis, das multidões em várias partes do país. E, em seguida, este aceno dele traz estabilidade. Resumindo: ele demonstrou poder, tanto para insuflar, como para estabilizar“, afirmou um analista de São Paulo.

    Reações na política

    As reações à carta de Bolsonaro no ambiente político também foram muito incisivas. Apoiadores e adversários foram rápidos a opinar e foi esse o assunto mais comentado do dia.

    Para apoiadores, Bolsonaro pensou no Brasil

    O ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, publicou nas redes sociais, que o gesto de Bolsonaro demonstra que o governo está unido “no trabalho pelo que mais importa, a recuperação do país e o cuidado com os brasileiros”.

    Para Onyx Lorenzoni, a mensagem de Bolsonaro à nação é um gesto de grandeza, digno de um líder forte. Segundo o ministro do Trabalho e Previdência, Bolsonaro agiu como “estadista“, e passou a bola para o Supremo e o Congresso. 

    Segundo Lorenzoni, agora está nas mãos do Supremo e do Congresso a consolidação dessa conciliação dos poderes proposta por Bolsonaro. “O presidente oferece a todos os Poderes o caminho da conciliação. O Brasil precisa de paz. Nós esperamos que o Supremo Tribunal Federal recoloque o trem no trilho. Alguns de seus membros, por algumas de suas decisões, tiraram o trem do trilho. A bola agora está com o Supremo e o Congresso”, declarou a uma emissora de rádio de São Paulo.

    Lorenzoni também gravou um vídeo e postou nas redes sociais, voltado para os Bolsonaristas que, segundo ele, aqueles que desejavam que Bolsonaro continuasse confrontando devem refletir e irão perceber que ele fez o melhor. O vídeo foi postado após alguns Bolsonaristas terem usado as redes sociais para dizer que não estavam entendendo as atitudes do presidente.

    Os opositores dizem que Bolsonaro “foi fraco e arregou”

    Para Fernando Haddad, ex-candidato do PT, derrotado por Bolsonaro na última eleição para a Presidência, o presidente agiu com estupidez.

    "Quanto tempo vai levar para Bolsonaro produzir uma nova crise, prejudicar ainda mais o país e em seguida pedir arrego? O país já aguentou três anos dessa estupidez. Não é o bastante?", publicou.

    O governador de São Paulo criticou e ironizou a carta de Bolsonaro. “O leão virou um rato. Grande dia!”, postou João Dória.

    Ciro Gomes também comentou: "Sinceramente não sei se sua nota traz mais alívio ou vergonha. Não deixa de trazer certo alívio momentâneo, porque sua covardia, sendo maior que sua irresponsabilidade, nos livra temporariamente de um desenlace mais dramático”, publicou nas redes sociais.

    A jornalista Renata Lo Prete, da rede Globo de Televisão, durante um programa de notícias da emissora, criticou duramente as atitudes do presidente. O vídeo com trecho do jornal foi imediatamente compartilhado por vários perfis de opositores de Bolsonaro, que elogiaram muito a atitude da jornalista, principalmente no Twitter. Um internauta afirmou: “Ela é o máximo, tudo que ela diz deveria ser replicado por todos os jornais do Brasil”.  

    Foto: reprodução/redes sociais

     

    Outro internauta disse que ela deveria ser a escolhida para apresentar o próximo BBB. “Que Mion que nada… eu quero a Renata Lo Prete apresentando o BBB 22”, defendeu.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]