Mutirão contra as arboviroses mobiliza moradores da parte alta do bairro Esplanada em Timóteo

11/02/2019 15:15

Durante a ação foram recolhidos diversos materiais inservíveis, vasilhas, garrafas pet, entre outros

Publicidade

Mais uma ação governamental, a segunda em duas semanas, percorreu as ruas com visitas às residências da parte alta do bairro Esplanada, na regional Sul, em Timóteo-MG, contra as arboviroses, que são doenças causadas pelos chamados arbovírus, que incluem o vírus da dengue, zika vírus, febre chikungunya e febre amarela.

 

A ação foi coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde e mobilizou todas as secretarias municipais, máquinas, som volante, caminhões, entre outros. A concentração ocorreu na Escola Municipal José Moreira Bowen, no bairro Ana Rita, e contou com o apoio da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. Durante a ação, foram recolhidos diversos materiais inservíveis, vasilhas, garrafas pet, entre outros.

dengue-2(Foto: divulgação/ PMT)

 

Segundo o secretário municipal de Saúde, Eduardo Morais, o trabalho consiste em conscientizar os moradores sobre o risco de epidemia de dengue, bem como a identificação e eliminação de possíveis focos do mosquito Aedes aegypti. “O envolvimento da comunidade é essencial para vencer essa guerra”, citou Eduardo, explicando que 90% dos focos detectados pelo primeiro Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa) estavam no interior das casas. Na parte alta do Ana Rita, por exemplo, o LIRAa apontou um índice de infestação 66,67%.

Ao todo foram compostas 6 equipes cada uma composta por um supervisor de Endemias e com dois agentes de campo, mais os servidores voluntários que compareceram no bairro para participar do mutirão. Eles percorreram as ruas e conversaram com os moradores sobre a necessidade de destinar no mínimo 10 minutos toda semana para vistoriar os imóveis.

dengue-1(Foto: divulgação/ PMT)

O secretário solicitou aos moradores que ao perceber os primeiros sintomas da infecção viral, eles procurem uma unidade de saúde para iniciar o tratamento adequado. “Os dados epidemiológicos são importantes, pois possibilitam o diagnóstico real que irão nortear as ações de combate. O problema é de todos, assim como a responsabilidade também”, enfatizou Eduardo Morais.

 

Já o prefeito Douglas Willkys aproveitou para agradecer a todos pela presença e parabenizar pela ação realizada no bairro Macuco na semana anterior, que alcançou o objetivo de conscientizar os moradores sobre o risco de uma epidemia. Douglas também pediu sensibilidade na abordagem aos moradores, lembrando que é preciso esclarecer que o problema está no interior das residências.

 

Além do prefeito Douglas Willkys, também marcaram presença no mutirão o vice-prefeito e secretário de Educação, José Vespasiano Cassemiro, professor Vespa; os secretários Eduardo Morais (Saúde), Sérgio Martins (Obras), Jair Ribeiro (Governo e Comunicação), Simone Sousa (Administração), Rosanna Borges (Assistência Social), Humberto Abreu (Procuradoria Geral), servidores efetivos e contratados, além do vereador Adriano Marcos Benjamim, o Tibata.

dengue(Foto: divulgação/ PMT)

 



Publicidade