Ipatinga

esportes

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Fifa vai investigar denúncia que pode tirar Equador da Copa do Mundo e levar Chile

    Segundo Federação Chilena, o lateral Byron Castillo não seria equatoriano e teria usado documentos falsos

    Por Plox

    11/05/2022 19h23 - Atualizado há cerca de 2 meses

    A Fifa informou hoje (11) que abrirá uma investigação para apurar denúncias da Seleção do Chile contra a Federação do Equador. Os chilenos alegam que o Equador usou um jogador inelegível durante as eliminatórias da Copa do Mundo. Segundo a denúncia, o lateral usou documentos falsos para jogar em oito partidas das eliminatórias.

    Segundo a denúncia apresentada pela Federação Chilena de Futebol, Byron Castillo teria nascido em Tumaco, Colômbia, no ano de 1995 e não em General Villamil Playas, no Equador,  em 1998, conforme está em seus documentos.

    Atualmente Byron Castillo joga no Barcelona de Guayaquil. Segundo informou o Chile, o lateral jogou oito jogos pelas eliminatórias da Copa do Catar e usou passaporte e certidão de nascimento falsos.

    Cinco seleções sul-americanas vão a Copa do Mundo. Já estão classificados Brasil, Argentina, Uruguai e Equador. O Peru, quinto colocado, enfrenta uma repescagem no mês que vem.

    Foto: Divulgação

     

    "A Fifa decidiu abrir um processo disciplinar em relação à possível inelegibilidade de Byron David Castillo Segura", disse a Fifa em comunicado. "Neste contexto, a FEF (Federação Equatoriana de Futebol) e a Federação Peruana de Futebol foram convidadas a apresentar suas posições ao Comitê Disciplinar da Fifa."

    Castillo entrou em campo oito vezes dos 18 jogos do Equador. A seleção equatoriana se classificou com 26 pontos e o lateral tem participação em 14 conquistados. Se perder os pontos em que Castillo jogou, o Equador pode perder a vaga no Catar.

    Caso sejam descontados os pontos dos jogos em que o Chile fez com o Equador, a seleção irá a Copa do Catar.
     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]