Jequitinhonha receberá empresa que vai investir meio bilhão na região, gerando 300 empregos diretos

11/06/2019 13:30

Itinga será a cidade onde a empresa produzirá de óxido de lítio, que é a matéria-prima para a produção de baterias de carros elétricos

Publicidade

Situada no nordeste de Minas Gerais, o Vale do Jequitinhonha é uma região conhecida pela pobreza extrema. Mas esse cenário pode ter um início de mudança, pelo menos na cidade de Itinga, que fica nessa região. É que o governo de Minas Gerais liberou o licenciamento ambiental para que a empresa Sigma Mineração comece a produção de óxido de lítio, que é a matéria-prima para a produção de baterias de carros elétricos.

Equipes estão avaliando a qualidade do material encontrado na região-Foto: Sigma/Divulgação

Equipes estão avaliando a qualidade do material encontrado na região-Foto: Sigma/Divulgação

A empresa deverá aportar R$ 500 milhões em investimentos, onde, será edificada uma indústria, que deverá gerar aproximadamente 300 empregos diretos. A cidade de Itinga tem uma população de quase 15 mil habitantes. Cerca de R$ 1 bilhão serão destinados à planta industrial, incluindo as empresas contratadas pela Sigma. O processamento será feito a seco, eliminando a necessidade de uso de barragem.

Com o projeto da empresa, o Brasil e estado serão alçados a um mercado valorizado, o de produção de baterias de lítio para uso veicular. Em relação a países sulamericanos, somente o Chile domina este mercado. A conselheira de Administração da Sigma, Ana Cabral afirma: “Colocamos o Brasil e Minas Gerais no mapa global do lítio para baterias, produto de alto valor agregado e com crescimento de demanda prevista em cinco vezes deste ano até 2025”. 

A empresa atuará por meio de tecnologia australiana. A estimativa é de que o projeto de engenharia já esteja pronto para que a construção da indústria já tenha início a partir de setembro deste ano. A Sigma já está em fase de contratação de mão de obra. A previsão é de 12 meses para finalização da obra, com um início estimado até setembro de 2020.

Atualização: 14h42



Publicidade