Ex-vereador Andrade e seu irmão terão tornozeleiras retiradas

11/06/2019 11:24

A decisão foi concedida através de habeas corpus pelo TJMG

Publicidade

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais concedeu na última semana, um habeas corpus que propõe a retirada das tornozeleiras eletrônicas do ex-vereador de Ipatinga, José Geraldo Andrade (Avante) e do irmão, Célio Andrade. Ambos foram presos na Operação Dolos, do Gaeco, mas foram liberados no dia 25 de março e respondem, até então, em liberdade.

Em contato com o advogado de defesa, Ignácio Barros, o mesmo informou que espera que ainda nesta semana a decisão da 4ª Câmara Criminal seja cumprida e as tornozeleiras retiradas. “O acórdão desse habeas corpus chegou em Ipatinga na sexta-feira, foi juntada no processo, está concluso para o juiz determinar cumprir a ordem do tribunal e esperamos que esta semana sejam retiradas as tornozeleiras”, disse o advogado.

Apesar da retirada das tornozeleiras, Ignácio explica que os acordos firmados com a justiça ainda permanecerão. “Algumas medidas cautelares ainda permanecem, com: não se ausentar da Comarca sem autorização do juiz, comparecer em todos os atos processuais. Ele só não passará pelo constrangimento de estar sendo monitorado eletronicamente com o uso das tornozeleiras”, explicou.

Foto: Arquivo PLOXFoto: Arquivo PLOX



Publicidade