Estudo encontra álcool em pães pode causar flagrante no bafômetro; veja as marcas

Pesquisa revelou teor alcoólico elevado em pães de forma populares

Por Plox

11/07/2024 09h14 - Atualizado há 12 dias

Uma pesquisa conduzida pela Associação Brasileira de Defesa do Consumidor, conhecida como Proteste, revelou que diversas marcas populares de pão de forma apresentam alto teor alcoólico. O estudo constatou que, em três dessas marcas, a quantidade de álcool poderia levar motoristas a serem flagrados por embriaguez em testes de bafômetro.

Foto: Plox

Análise das marcas
Os pesquisadores analisaram o teor alcoólico de dez marcas de pão de forma vendidas em supermercados brasileiros. As marcas avaliadas foram: Pulmann, Visconti, Bauducco, Wickbold 5 zeros, Wickbold sem glúten, Wickbold leve, Panco, Seven Boys, Wickbold e Plusvita.

Quantidades detectadas
Das marcas analisadas, seis apresentaram teores alcoólicos que, se houvesse uma classificação específica para alimentos alcoólicos, seriam consideradas como tal. O pão de forma da Visconti apresentou uma porcentagem de álcool de 3,37%, enquanto o da Bauducco mostrou 1,17%. No Brasil, qualquer bebida com teor de etanol acima de 0,5% é considerada alcoólica, o que torna esses valores ainda mais preocupantes.

Tabela de teor alcoólico nos pães de forma
| Marca           | Quantidade de álcool (%) |
|-----------------|--------------------------|
| Bauducco        | 1,17                     |
| Visconti        | 3,37                     |
| Panco           | 0,51                     |
| Plus Vita       | 0,16                     |
| Seven Boys      | 0,50                     |
| Wickbold 5 zeros| 0,89                     |
| Wickbold Leve   | 0,52                     |
| Wickbold SG     | 0,66                     |
| Wickbold        | 0,35                     |
| Pulmann         | 0,05                     |

Causas do teor alcoólico
A presença de álcool nos pães é atribuída ao uso de antimofo para conservar o produto. A fermentação, que faz o pão crescer, produz álcool que geralmente é evaporado durante o assamento. No entanto, a pesquisa indica que a utilização de conservantes à base de álcool para prevenir o mofo resulta em níveis alcoólicos elevados.

Consequências para o consumidor
Segundo a Proteste, 10% da produção de pães no Brasil é perdida devido ao mofo, levando as empresas a utilizarem antimofo diluído em álcool para aumentar a durabilidade. A Proteste alerta que esses pães estão chegando aos consumidores com teor alcoólico comparável ao de bebidas, sem qualquer aviso. Crianças e gestantes, por exemplo, estão ingerindo álcool sem conhecimento.


A descoberta da Proteste acende um alerta sobre a necessidade de regulamentação e transparência no uso de conservantes em alimentos, visando proteger a saúde dos consumidores.

Destaques