Assassino de empresário Tiago Brito é condenado a 29 de prisão em Ipatinga

O crime ocorreu em 15 de agosto do ano passado, dentro da farmácia de propriedade da vítima, localizada no bairro Bom Jardim, em Ipatinga

Por Plox

11/07/2024 06h30 - Atualizado há 12 dias

O empresário Rainer de Almeida Dias, de 43 anos, foi condenado a 29 anos e dois meses de prisão, em regime fechado, por ter assassinado o influenciador e empresário Tiago Brito, de 36 anos. O crime foi cometido no dia 15 de agosto do ano passado, dentro da farmácia de Tiago, no bairro Bom Jardim, em Ipatinga. O assassino confesso foi a Júri popular nesta quarta-feira (10), en Ipatinga, e a sentença saiu depois de cerca de 15 horas de julgamento.

O crime foi registrado por câmeras de segurança. Dias foi preso em fevereiro deste ano, após fugir para o Espírito Santo. 

 Rainier de Almeida Dias.Foto: Reprodução/Redes Sociais 

 

O tenente Pedro Veiga falou sobre a prisão, ao vivo, no estúdio do Plox.

Julgamento e condenação

Rainer de Almeida Dias foi condenado por homicídio triplamente qualificado. O caso chamou muita atenção, especialmente devido às declarações falsas feitas pelo réu inicialmente. 

Foto: Divulgação/PCMG

Os familiares e amigos de Tiago Brito expressaram preocupação para que o crime não ficasse impune, clamando por justiça. A mãe da vítima falou com a  equipe do Plox:

O crime

De acordo com os relatos, um homem chegou ao estabelecimento de Tiago Brito em um Corolla prata e disparou várias vezes contra ele, que não resistiu aos ferimentos. A perícia chegou ao local por volta das 15h35 do dia do crime. 

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Testemunhas presentes no local relataram que o acusado proferiu ameaças antes de disparar contra Tiago. "Vou te mostrar como é que você fica difamando o outro na rede social", teria dito o suspeito.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

O acusado esteve no estabelecimento duas vezes no mesmo dia, aparentemente à procura da vítima, o que reforça a premeditação do ato.

 

O delegado Marcelo Franco Marino, responsável pelo caso na época, relatou ao PLOX que o acusado alegou ter entrado armado na farmácia para se proteger. 

Foto: Plox

Contudo, as imagens de segurança mostraram que o assassino entrou no local com a arma em punho, sem dar qualquer chance de defesa à vítima.

Tiago Brito foi morto a tiros no próprio estabelecimento
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Manifestação e apoio popular

Na manhã desta quarta-feira, dezenas de manifestantes se reuniram em frente à Câmara Municipal de Ipatinga, pedindo justiça para Tiago Brito. 

Foto: Plox

Vestindo blusas pretas com a frase "justiça por Tiago", o grupo mobilizou grande apoio nas redes sociais. 

Amigos e familiares de Tiago afirmaram que ele não conhecia o acusado. 

Foto: Plox

O advogado de assistência, Gerci Moreira, destacou a importância do apoio ao Ministério Público para garantir que a acusação fosse acolhida integralmente.

Expectativas do julgamento

Em entrevista ao vivo no Plox, Lorrane Brito, viúva de Tiago, expressou suas expectativas na véspera do julgamento, destacando a busca por justiça e a esperança de uma condenação justa para o acusado.

Foto: Reprodução/Plox / Advogado de defesa André Vartul

 O advogado de defesa, André Vartul, em coletiva de imprensa, enfatizou a necessidade de um processo tranquilo e esclarecedor, afirmando que "entendemos a dor dos amigos e familiares do Tiago e não pretendemos polemizar. Nosso objetivo é que o julgamento seja de fato para esclarecer todas as questões".

 

Repercussão no Vale do Aço

O assassinato de Tiago Brito teve grande repercussão no Vale do Aço. Ele foi morto a tiros dentro da farmácia que possuía, e o julgamento de Rainer de Almeida Dias, realizado no Fórum de Ipatinga, foi acompanhado de perto pela comunidade. 

Crop
Foto: Montagem/PLox

A condenação de Dias é vista como uma vitória para a família e amigos de Tiago, que buscavam justiça desde o trágico evento.

 

 

 

Destaques