Homem sobrevive após cirurgia para retirada de estaca de madeira cravada no crânio

Paciente permanece em estado grave, mas estável, após operação de emergência realizada no Hospital Municipalizado Adão Pereira Nunes

Por Plox

11/07/2024 08h35 - Atualizado há 9 dias

Um homem de 28 anos, identificado como Vitor Soares do Nascimento, teve seu crânio perfurado por uma estaca de madeira em Mangaratiba, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. O acidente ocorreu na quarta-feira (10), e Vitor foi rapidamente levado ao Hospital Municipalizado Adão Pereira Nunes (HMAPN) em Duque de Caxias, onde passou por uma cirurgia de emergência.

Foto: Reprodução
 

Procedimento cirúrgico bem-sucedido

A estaca de madeira entrou 6 centímetros no crânio, ficando presa na testa. O procedimento cirúrgico, realizado no fim da noite de quarta-feira, foi considerado um sucesso. Os médicos removeram a estaca, drenaram o ferimento e reduziram o afundamento craniano. Vitor permanece na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), respirando sem a ajuda de aparelhos. Seu estado de saúde é considerado grave, mas estável.

Avaliação médica contínua

O último boletim médico informou que Vitor passará por uma nova avaliação nesta quinta-feira (11). A direção do HMAPN relatou que ele deu entrada na unidade às 15h53 de quarta-feira, transportado pelo helicóptero do Grupo de Socorro e Emergência do Corpo de Bombeiros (GSE). A tomografia realizada revelou uma fratura frontofacial com fragmentos ósseos e uma contusão cerebral profunda.

Acidente remete a caso semelhante em 2012

O incidente remete a um caso ocorrido em 2012, quando um operário em Botafogo, na Zona Sul do Rio, sobreviveu após um vergalhão atravessar sua cabeça. Assim como naquele caso, a rápida intervenção médica foi crucial para a sobrevivência de Vitor Soares do Nascimento.

Destaques