Tragédia em rodeio de Mato Grosso do Sul resulta em morte de peão

Fabiano Pinheiro Rocha, 35, é pisoteado por touro durante competição e não resiste aos ferimentos; evento foi transmitido ao vivo

Por Plox

11/07/2024 07h27 - Atualizado há 4 dias

Fabiano Pinheiro Rocha, um peão de 35 anos, morreu após ser pisoteado por um touro durante o rodeio Fátima Fest, realizado em Fátima do Sul, Mato Grosso do Sul, na segunda-feira (8). O trágico acidente ocorreu durante a competição, onde Fabiano permaneceu por cerca de 14 segundos sobre o touro antes de ser derrubado e atingido no pescoço e no peito pelas patas traseiras do animal.

 

Acidente fatal durante competição

De acordo com o Corpo de Bombeiros, após cair do touro, Fabiano ainda conseguiu se levantar e escalar as grades da arena, mas desmaiou em seguida. Ele foi rapidamente socorrido e levado para o Hospital da Sociedade Integrada de Assistência Social (SIAS). No entanto, sofreu uma parada cardiorrespiratória e não resistiu. A causa da morte foi determinada como hemorragia.

Imagens capturadas ao vivo

O evento, que celebrava o aniversário da cidade e era transmitido ao vivo pela internet, teve câmeras que registraram o momento exato da queda e do pisoteio. As cenas mostram Fabiano sendo arremessado pelo touro e, posteriormente, pisoteado na região do peito e do pescoço, o que levou aos ferimentos fatais.

Ação imediata e medidas de segurança

A prefeitura de Fátima do Sul emitiu uma nota lamentando a morte do peão e destacando que a competição foi organizada por uma empresa licitada que seguiu todas as normas de segurança e possuía seguro para todos os competidores. "A organização do evento, com o apoio de brigadistas e do Corpo de Bombeiros, prestou imediatamente todo o socorro necessário ao competidor, que foi encaminhado ao hospital", declarou a prefeitura.

Procedimentos pós-acidente

Após o falecimento, o corpo de Fabiano foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Dourados para a realização dos exames de necropsia. Concluídos os procedimentos, o corpo foi liberado e entregue à família para os devidos rituais fúnebres.

A tragédia trouxe à tona questões sobre a segurança em eventos de rodeio e a preparação dos competidores para situações de risco. 

Destaques