Deputados votam cassação de Flordelis e parlamentar pede "nova chance"

Segundo a deputada, ela não mandou matar o marido e está provando sua inocência

Por Plox

11/08/2021 17h01 - Atualizado há mais de 2 anos

Nesta quarta-feira (11), a Câmara dos Deputados vota a cassação da deputada federal, Flordelis dos Santos de Souza. A mulher é acusada de mandar matar o marido, Anderson do Carmo, em junho de 2019. 

A deputada enviou uma carta para os colegas de plenário e disse estar sofrendo uma grande injustiça. Ela ainda  pediu uma chance aos deputados porque desde que o marido morreu ela vem tentando provar sua inocência e sofrendo demais com tudo isso.  A deputada afirma que não mandou matar o homem e que quer cumprir o seu mandato como deputada.

“Uma chance para que eu possa me defender de um processo injusto de homicídio do meu próprio marido. Uma chance para que eu possa cumprir o mandato que eu fui legitimamente eleita. Uma chance para que minha dignidade seja, um dia, restabelecida”, disse a deputada.

Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil

 

Flordelis ainda cita que sempre foi evangelizadora e acolhia crianças que estavam na rua. "Tenho 60 anos. Desde pequena eu sou evangelizadora e acolho crianças e adolescentes que estão na rua. Sempre fui muito pobre, o que não me impedia de partilhar o pouco que eu tinha, disposta a passar fome e frio para conseguir dar atenção às filhas e filhos de Deus", afirmou.

O objetivo de Flordelis é suspender o processo de cassação, com isso, ela entrou com um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF), nos argumentos ela cita que o que está acontecendo é uma tentativa de destruição de uma mulher negra. 

"Procedimento praticamente medieval de destruição de uma mulher negra, pobre, religiosa, que ousou ascender a um lugar habitado por brancos, racistas, misóginos, sexistas", disse um dos argumentos.

Destaques