Ipatinga

acontece

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Saúde reforça cuidados contra proliferação de focos do Aedes aegypti em Maceió

    Medida visa reduzir número de casos de dengue e zika, que voltaram a registrar crescimento nas estatísticas

    Por Plox

    11/09/2021 11h14 - Atualizado há cerca de 1 mês

    As equipes de agentes de endemias da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) continuam intensificando as ações de campo e visitas domiciliares por toda Maceió, reforçando a prevenção e controle da proliferação de focos do mosquito Aedes aegypti. A alternância de períodos chuvosos com os de muito calor, registrados nas últimas semanas, porém, tem favorecido o crescimento do número de casos de dengue na Capital.

    Equipes continuam com inspeções em domicílios e estabelecimentos. Foto: Ascom SMS

     

    De acordo com os dados divulgados pela Coordenação Geral de Epidemiologia do Município, no Boletim Epidemiológico Arboviroses: Dengue, Chikungunya e Zika, a Semana Epidemiológica 35 – que compreende o período de 29 de agosto a 04 de setembro – houve um aumento de 42,92% no número de casos de dengue em relação ao mesmo período de 2020. Foram mais de 730 notificações para 1.279 casos notificados este ano, 1.106 deles já com diagnóstico confirmado para a doença.

    “As equipes seguem inspecionando as residências, orientando os moradores, coletando larvas e realizando o tratamento focal nos locais de infestação. Mas esse trabalho precisa ter a seu favor o esforço de cada cidadão em se manter alerta dentro do próprio ambiente familiar, para descartar os recipientes que possam acumular água, eliminando o risco de transmissão dessas arboviroses transmitidas pelo mesmo mosquito”, afirma a gerente das Doenças Transmitidas por Vetores e Animais Peçonhentos da SMS, Carmem Samico.

    O mesmo movimento de crescimento do número de casos foi constatado durante a análise dos dados relacionados à Zika. Até a 35ª SE deste ano foram notificados 46 casos suspeitos. Desse total, foram confirmados 21 casos. Com relação ao mesmo período de 2020, quando foram notificados 35 casos, houve um aumento de 23,91%.

    Em contrapartida, os números referentes à notificação de casos de Chikungunya têm se mantido em redução. Em 2020, foram notificados 66 casos da doença, contra 55 casos suspeitos este ano – 37 deles confirmados – correspondendo a uma queda de 16,6%.

     

    Foto: Ascom SMS

     

    “É fundamental que a população esteja consciente de seu papel e possa – ao menos com a inspeção de seu domicílio a cada 15 dias – colaborar com o poder público para a redução da transmissão dessas arboviroses, em especial, da dengue. Qualquer recipiente que possa acumular água precisa ser eliminado. É esse o apelo que fazemos”, reforça Carmem.

    Disque Dengue

    Para acionar os agentes de endemias e denunciar focos potenciais do mosquito Aedes aegypti, a Prefeitura de Maceió dispõe do Disque Dengue (3312-5495). Por meio dele, a população pode denunciar locais propícios à proliferação do mosquito, como terrenos baldios, casas abandonadas ou piscinas desativadas.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]