Pagamento do IPVA 2024 em Minas Gerais agora possível via PIX

Novo sistema permite quitação de tributos estaduais com maior facilidade e sem impressão de guia

Por Plox

12/01/2024 21h13 - Atualizado há 3 meses

Simplificação no pagamento do ipva e taxa de licenciamento A partir deste ano, os proprietários de veículos em Minas Gerais contarão com um método mais simplificado para o pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (ipva) e da Taxa de Licenciamento. A grande novidade é a possibilidade de realizar esses pagamentos utilizando o sistema pix, sem a necessidade de impressão das guias.

Como realizar o pagamento via pix Os contribuintes precisam apenas do número do Renavam, disponível no documento do veículo, para acessar as guias de pagamento no site da Secretaria de Estado da Fazenda. Com o número digitado, as guias para o ipva e a Taxa de Licenciamento serão exibidas, oferecendo a opção de pagamento via pix, conhecida como “pix copia e cola”.

Opções de parcelamento e prazos O ipva pode ser quitado de forma integral, com um desconto de 3%, ou parcelado em três vezes. A escala de vencimentos para a primeira parcela ou cota única inicia-se na próxima segunda-feira (15), seguindo uma ordem de acordo com os finais de placa dos veículos.

Taxa de licenciamento e requisitos para o crlv A Taxa de Licenciamento, com valor único de R$ 39,36, tem vencimento previsto para o dia 1º de abril. Para a emissão do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (crlv) 2024, é necessário que todos os débitos anteriores, incluindo multas, estejam quitados.

Alerta contra golpes e procedimentos seguros Com a proximidade do início do calendário de vencimento do ipva 2024, as autoridades alertam para o risco de golpes, enfatizando a importância de gerar o código qr Code ou o Documento de Arrecadação Estadual (dae) exclusivamente através do site oficial da Secretaria de Fazenda.

Expectativas de arrecadação e distribuição A expectativa é que a arrecadação com o ipva 2024 alcance R$ 10,6 bilhões, um aumento em relação ao ano anterior. O valor arrecadado será distribuído entre o caixa único do Estado, os municípios de emplacamento dos veículos e o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb).

Destaques